Inter: Altos e baixos do time que completa 68 anos

0
483

Locutor esportivo Rafael Araldi não deixa a data morrer. É nesta terça-feira, 13 de junho, que  o glorioso, o time de todos nós, completa 68 anos de existência. Nascido em 1949, esse time já passou por diferentes momentos. Da alegria na conquista do Campeonato Catarinense à participação da Copa do Brasil. Da tristeza na queda para divisões inferiores do futebol catarinense à desativação de suas atividades temporariamente.


UM TIME PARA CHAMAR DE NOSSO

Conta a história que foi em 13 de junho de 1949 que 12 jovens fundaram o time de todos nós para que a gente da nossa gente não precisasse torcer para equipes de outras cidades. passadas essas quase sete décadas, continuamos torcendo para times de fora, mas esses são sempre a segunda opção, porque a primeira é o glorioso!

Rafael Araldi, pintado de vermelho de razão, atribui a esses dois viventes parte da existência do time de todos nós. Armindo Araldi que estava lá naquele 13 de junho de 1949 ajudando a trazer ao mundo o Internacional e o jornalista Patrick Cruz, um louco pelo time lageano. Sim, um louco, porque a história de dedicação de Patrick ao Inter, se contada num livro, veremos que é só um louco para ter uma paixão tão grande por um time de futebol!


COMO ESTÁ O TIME ATUALMENTE?

Bem e mal. Bem porque disputa com um plantel modesto a Série D do Campeonato Brasileiro que, entre outros motivos, por causa da falta de apoio e adesão do torcedor, não deverá ir muito longe nessa competição. A gente torce para classificação e ascensão à Série C, mas seria uma proeza sem igual, consideradas as limitações. E o Clube está mal porque segue uma cruzada inglória para tentar colocar em dia as dívidas trabalhistas herdadas que parecem não ter mais fim.


UMA IDEIA DAS DÍVIDAS

A atual diretoria, comandada pelo Cristopher Nunes, tem comparecido religiosamente à Justiça do Trabalho negociando, parcelando e pagando. Já houve situações de, embora não tenha dado causa às dívidas, das juízas do Trabalho bloquearem até recursos pessoais do presidente para quitar aqueles pecados de Cristopher nem tinha nascido quando foram contraídos. Aqui reside, portanto, o lado lamentável da realidade do aniversariante.

Imagem que reverenciam o Internacional de Lages: Até torcemos por outras equipes, como o gigante Grêmio/RS, mas não nos ausentamos de torcer pelo colorado lageano

O time que leva um público variado entre 400 e 5.000 torcedores no Tio Vida, dependendo de como estão os resultados nas competições que disputa


‘CALOTE’ OFICIAL AO CLUBE

O Internacional vem de duas realidades em termos de apoio público. A administração Municipal de Lages, capitaneada pelo então prefeito Elizeu foi bondosa com o time, anunciando a liberação de recursos a título de patrocínio. Essa foi a parte boa. A parte ruim é que houve anúncio e até aporte de alguns pilas, mas a maior parte do dinheiro anunciado, nunca chegou no Clube. A prefeitura simplesmente não pagou!


PROMESSAS, PROMESSAS

Governador Colombo anunciou à diretoria apoio e aporte no time. O propósito daqueles valores mais substanciais anunciados ficou somente na promessa.


RECORRENDO AO TORCEDOR

A diretoria do Inter, para fazer frente às despesas com a Justiça Trabalhista – de débitos antigos assumidos e que estão sendo honrados – está fazendo uma promoção. Um veículo UP zero quilômetro e mais valores em dinheiro serão sorteados dia 19 de novembro para que colaborar adquirindo cartelas. Em relação às promoções históricas e folclóricas do time, essa é um pouco diferente: o carro já foi comprado e está em exposição no Tio Vida.

E de tudo dito e escrito, é isto aqui que move a história desses 68 anos: o torcedor lageano!


Banco de Imagens de Zé Rabelo e Nilton Wolff

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here