Otacílio Costa inundado após 100 horas sem chuva

0
1608

Desde a o fim de noite da sexta-feira, 10, não cai uma gota de água da chuva em Otacílio Costa, o segundo município que mais arrecada na Serra Catarinense. Mas nem a ‘estiagem’ de 100 horas foi suficiente para reduzir o acúmulo de água em algumas partes do perímetro urbano. As duas pontes sobre o Rio Desquite que dão acesso ao bairro Fátima seguem bloqueadas para passagem de veículos. Há muita água em cima da pista que torna insegura a travessia.

Esta é a ponte sobre o Rio Desquite que cerca de uns 15 metros desse ponto já desagua no Rio Canoas. Observe que a travessia somente é feita a pé, por causa da água transbordando por cima da estrutura

O bairro Fátima em Otacílio Costa pode ser acessado ainda pela Ponte do Trabalhador, no final da Avenida Vinícius de Moraes. Mas essa também está interditada. No registro acima são as residências mais próximas ao Rio Desquite no bairro Centro Comercial Pinheiros que estão com a água tomando conta…

Aqui uma ideia de onde termina a rua de asfalto e começa o alagamento no bairro Centro Comercial Pinheiros


Imagens: Júlio Cavalheiro/Secom


OTACÍLIO COSTA EM

ESTADO DE EMERGÊNCIA

Por causa desses alagamentos em Otacílio Costa e principalmente em função da situação no interior do município, há um decreto de emergência. Vice-prefeito e secretário de Obras, Reginaldo Gomes, o Pindaco, diz que ainda não é possível um levantamento exato dos prejuízos na infraestrutura de estradas por causa dos estragos em pontes, bueiros e nas próprias vias. Prefeito Tio Ligas aponta que somente com a ajuda externa será possível regularizar a situação em termos de aporte de recursos.

Prefeito Tio Ligas com os relatórios nas mãos e de zóio vidrado no ministro Barbalho, a esperança dos municípios da Serra para que cheguem recursos. Prefeita Fernanda Córdova (ao fundo) também enfrenta dificuldades na Palmeira, onde a água engoliu alguns pedaços de estradas

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here