Escapam de blitz (que não existia) e detonam ponte

5
4023

Quando a consciência pesa (ou seria a carga?) acontecem situações inesperadas. O relato é do Diretor da Secretaria da Agricultura de Lages, Ozair Coelho (Polaco) que deslocou equipe para a localidade de Macacos para tentar tirar uma comunidade do isolamento. “O que sabemos é que dois caminhões julieta transportando madeira tentavam não passar por uma blitz e acabaram destruindo uma ponte. O pessoal foi lá tentar guinchar as carretas de madeira para reconstruir a ponte”. Foi o que Polaco disse no programa A Hora da Corneta da Clube FM na boca da noite de quarta-feira.


MAS NÃO TINHA BLITZ

A quarta-feira foi tensa para alguns transportadores de madeira que utilizam a BR-282. Tudo por conta de uma balança de pesagem instalada no posto da PRF em Índios. A informação de que estavam pesando os caminhões com madeira correu rápido a região chegando a empresas, caminhoneiros e transportadoras. Foi o que bastou para aparecer tora na beira da estrada (se deduz que foi algum transportador preferindo deixar parte da carga que levar multa), outros carregando bem abaixo ‘do normal’ e pode ter ocorrido aquilo que o Polaco relatou acima. Porém, não havia blitz por excesso de peso. A razão da balança no posto da PRF era outra que não convém informar para, daí sim, pegar quem abusar no peso de surpresa.

Observe que caminhões como esse (não estamos dizendo que esse especificamente faz isso), carrega até nas estacas. Por causa da suposta blitz, o jeito foi levar menos tora

O trabalho de pesagem não poupou nenhum caminhão. Daqueles de madeira, exceto aqueles que diminuíram a carga, os demais apresentavam excesso. Se não multados não saberia dizer…

Todos os caminhões que transportavam madeira (e outros tipos de carga) foram registrados e os dados foram para um sistema. Somente para aqueles que trafegarem com excesso de peso pode ocorrer alguma surpresa durante o deslocamento pelo trecho. Mas os que trafegam dentro do limite de peso não tem o que se preocupar



ATUALIZANDO A LAMBANÇA 

Samuka Pessoa nos fornece imagens do ocorrido na ponte situada na divisa das localidades de Rancho de Tábuas e Macacos. A gente só não pode afirmar se os caminhões estavam se deslocando pelas localidades ou pegando um atalho….

… Mas que a ponte foi para o beleleu, isso não tem dúvida. As toras de uma das partes da julieta mergulharam nas águas do mar da vida e a recuperação da ponte será bem mais complicada do que se imaginava. Dá para dizer que Romeu escapou inteiro, mas a Julieta ficou com as rodas para cima!


Imagem lá na ponte: Samuka Pessoa

COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Agora gostei de ver, quero ver os caminhões que transportam para Klabin S/A, que destroem as estradas se virar, tem que multar mesmo, pois onde a passa o transporte pesado da Klabin, as estradas ficam destruídas, não respeitam as comunidades e os moradores, em dias de sol tapam a frente das casas de poeira, outro exemplo é a estrada do salto caveiras, destruíram a estrada finalizaram o corte deixaram a estrada sem condições de tráfego. Agora gostei de ver.

    • Os caminhoes carregam excesso Pq o preco Do frete é Ruim, e é por ton, e pagan muito imposto para o governo reparar as Estradas, pena q o dinheiro vai pro bolso dos politicos,

  2. a madeira representa 25% da economia da região…….Cade o dinheiro dos impostos que os caminhoes pagam?? esse dinheiro devia ser usado na recuperaçao das estradas. O excesso de peso é uma consequencia do baixo preço do frete, em relaçao aos custos de uma viajem de caminhao, (QUALQUER CAMINHAO). A PRF nao pode aferir nem multar ninguem por excesso de peso, sem a presença de um fiscal da ANTT. Fiquem espertos motoristas, nao paguem multas indevidas.

  3. Ahhh entao quer dizer que o preço do frente é baixo ? Simples. Greve. Ninguém sai das madeireiras se o preço não aumentar.
    Agora eu sou obrigado as vezes ficar atrás de um caminhão subindo 20 km/h com excesso de peso porque o preço do frente é baixo ?? Perdoe-me mas isso não é desculpa.
    Tá ruim, procure outro emprego. Assim como o sol nasce pra mim todas as manhãs, nasce para os motoristas de caminhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here