Saúde emite nota sobre mudanças no SAMU

1
767

A questão de dar fim à Central de Regulação do SAMU em Lages – e em pelo menos outras três regiões do Estado – não é de hoje. Tem se debatido e insistido no assunto sob o argumento de redução de gastos. Diante da deliberação da Comissão (CIB) pela desativação de centrais como a de Lages, a Secretaria de Estado da Saúde emitiu a seguinte nota:

“A Secretaria de Estado de Saúde esclarece que irá apresentar um novo estudo com o contexto geral do modelo do SAMU para ser apreciado pela Comissão Intergestora Bipartite (CIB). A avaliação do atual modelo está sendo estruturada em uma parceria com o Corpo de Bombeiros de SC, Secretaria de Estado da Fazenda e Secretaria de Estado da Saúde. Em razão disso, a estrutura do SAMU não sofrerá nenhuma alteração até que esse estudo esteja concluído”.

A diferença entre a vida e a morte pode estar na agilidade do atendimento. Hoje funciona assim e seria seguro se continuasse dessa forma!


PORTANTO

Agarremo-nos aos gestores que podem interferir para que a central de regulação não bata asas de Lages. A estrutura é importante e necessária.


QUER UM EXEMPLO?

Na lamentável tragédia da quarta-feira em Palmeira onde três morreram eletrocutados, quando a notícia chegou em Otacílio Costa, junto também chegou a informação de que o Helicóptero Águia 04 estava no local socorrendo a quarta vítima que sobreviveu à descarga elétrica. O que isso significa? Significa que a informação chegou ao SAMU e, com a agilidade enorme, detectando a gravidade da situação, estudou a forma mais urgente de tentar salvar o jovem, colocando o helicóptero da PM em ação.


DAÍ A GENTE PERGUNTA

Quem nos garante que a Central de Regulação estando em Chapecó, lá no Oeste distante mais de 300 km daqui, haverá esse discernimento de ‘ler’ a gravidade de uma ocorrência e mobilizar as estruturas de socorro com a urgência necessário?

Rede de informações permitiu socorro imediato a jovem eletrocutado que impediu que a lista de mortos aumentasse devido a lamentável tragédia no interior de Palmeira

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here