Nada de pires na mão! Agora são as pastinhas

0
671

“Nenhum assessoramento que a gente executa deixa de integrar a orientação com dados no papel em forma de projetos para buscar recursos. Não adianta apenas perdido verbal. Tem que colocar no papel”.

Não se trata de propaganda do engenheiro Edésio Alexandre Alves Júlio, mas do modus operandi que melhor dá resultado na busca de recursos junto a órgãos públicos, naquela peregrinação de prefeitos. Exemplo desse tecnicismo que Edésio Júlio se refere se viu na reunião do governador Colombo com prefeitos.


ASSIM

Muitos apareceram com projeto embaixo do braço em pastinhas contendo os dados onde se pretende investir os recursos a serem liberados do Fundam II. Nem precisa dizer, mas para esses, o caminho do acesso aos recursos é mais curto.

Prefeito Celso Rogério, considerado um dos mais técnicos da atual safra na Serra, com os dados de projetos na pastinha prontos para entregar a Colombo

Prefeito Tito Freitas colocou no papel o que busca do Fundam II para Capão Alto e foi logo entregando a Colombo além de fazer os protocolos previstos para acessar os recursos. Ideia é revitalizar a principal via do perímetro urbano do Capão



PAVIMENTAÇÃO E PAVIMENTAÇÃO

Os prefeitos devem mesmo ficar sintonizados. No Fundam I, por exemplo, o prefeito Durica de Palmeira investiu tudo que chegou em maquinário. Há quem diga que deu para comprar tanta máquina que faltava dinheiro para mantê-las em funcionamento com combustível. A atual prefeita da Palmeira, Fernanda Córdova (PR), pretende investir em pavimentação. “Estamos sintonizados com os vereadores nesse sentido”, cita ela.

Prefeita Fernanda que acompanhou a reunião de explanação sobre o Fundam II na sexta-feira em Lages


Imagens: Zé Rabelo

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here