Sebinca: Cigana milagreira vira filme em Lages

0
1327

Uma família de gregos sai de seu país de origem, na iminência da II Guerra Mundial estourar na Europa, com destino ao Uruguai. No novo continente, reconstrói sua vida, mudando-se, mais tarde, para o Brasil. A descrição pode até parecer o enredo de um filme de Hollywood, mas na verdade, trata-se da história da família de uma personagem bastante conhecida em Lages, na Serra Catarinense.


DE QUEM SE TRATA?

Considerada milagreira por populares, a cigana Sebinca Christo morreu em março de 1965 e está enterrada no Cemitério Cruz das Almas, em Lages. Seu túmulo, um dos mais visitados do local, recebe o ano inteiro devotos em busca de ajuda, que agradecem por graças alcançadas ou apenas para rezar pela cigana, que fugiu com a família de seu país de origem por medo de perseguição étnica.


A HISTÓRIA DE SEBINCA

Vida e morte da cigana são envoltas em mistério. Há quem diga que ela viveu em Lages, alguns relatam terem convivido com Sebinca, outros contam como ela ajudava as pessoas oferecendo chás medicinais feitos de ervas e fazendo benzeduras. Muitos contam que ela morreu assassinada, há quem relate que a morte foi após o parto, outros garantem que tudo aconteceu dentro do acampamento cigano, ao tentar salvar a filha de um estupro.


AINDA SOBRE A CIGANA

Nunca morou em Lages, esteve na cidade apenas de passagem com a família e, quis o destino, foi onde morreu, aos 79 anos, por problemas de saúde (bem diferente das versões dos devotos) e ficou enterrada. Mas relacionar a morte de Sebinca com um acontecimento trágico contribuiu para a construção da milagreira que tem centenas de devotos ainda hoje, passadas mais de cinco décadas de sua morte.


O DOCUMENTÁRIO

Os mistérios que envolvem a vida e a morte de Sebinca Christo são tema de estudo do historiador Lourival Andrade Júnior desde 2001. O assunto deu base para sua tese de doutorado, defendida pela UFPR. Agora, Lourival tirou as descobertas feitas em 16 anos de estudo do papel, e transformou em um documentário, que tem parceria do cineasta e documentarista Fernando Leão.

No audiovisual, os diretores Lourival e Leão remontam fatos que construíram a devoção à Sebinca Christo, entrevistando familiares de pessoas que tiveram contato com a cigana e seu bando à época de sua morte, além de conversar com devotos da milagreira local.

Depoimentos de quem conhece parte da história da cigana Sebinca integram o documentário produzido em Lages


INFORMAÇÕES TÉCNICAS

O projeto foi executado com recursos do Fundo Municipal de Cultura de Lages, que em  2015, por meio de edital, selecionou o filme para ser contemplado com a verba pública. O documentário de Sebinca tem produção executiva de Núbia Garcia e produção geral de Raiana Neysa de Medeiros Macedo.  O filme de curta-metragem tem duração de pouco mais de 20 minutos.


O LANÇAMENTO

O documentário “Sebinca Christo –  as construções de uma devoção” será lançado nesta quinta-feira, 29, às 20 horas na Sala De Cinema do Centro Cultural Vidal Ramos (Sesc). A entrada é franca e os produtores conversam com o público depois da exibição de estreia.

Aqui o retrato da cigana no jazigo do cemitério Cruz das Almas, as informações do lançamento e o apoio que tornou possível o projeto


Informações e imagens: Jornalista Núbia Garcia

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here