Luto: Repercussões da morte de Dom Oneres

0
320

Jornalista Onéris Lopes (talvez com esse nome em homenagem ao Bispo), compartilha informação sobre o posicionamento da Amures a respeito da morte do Bispo Dom Oneres. Presidente da entidade, prefeito Tio Ligas, lamentou e se solidarizou pelo passamento do líder religioso. Com atuação em toda a Serra Catarinense, pela Diocese, Dom Oneres foi exemplo de perseverança, inclusive brigando contra grupos econômicos em polêmicas como a ocupação de terras por usinas hidrelétricas na Região dos Lagos.

Prefeito de Otacílio Costa e presidente da Amures, região de abrangência da Diocese onde Dom Oneres atuou, compartilhou manifestação de tristeza pela morte do líder religioso


GOVERNADOR COLOMBO

LAMENTOU A MORTE

Tão logo soube do falecimento de Dom Oneres, governador Colombo gravou áudio de solidariedade àqueles que tanto gostavam – e seguem gostando – do Bispo Emérito de Lages.

Colombo apontou que conhece Dom Oneres desde que era jovem e que, quando prefeito, mantinha diálogo constante com o religioso. “Perdemos um líder”, resumiu Colombo.


CNBB EMITE NOTA

DE CONDOLÊNCIAS

Dom Leonardo Ulrich Steiner, Bispo Auxiliar de Brasília/DF e Secretário-Geral da CNBB enviou a Dom Nelson Westrupp, administrador apostólico, a nota cujo trecho aponta:

“A CNBB manifesta seu pesar pelo falecimento de dom João Oneres Marchiori, bispo emérito de Lages (SC). Dom Oneres foi presidente do Regional Sul 4 da CNBB e, por consequência, também Membro do Conselho Permanente da Conferência. Sua vida é um caminho marcado por grandes ações de dedicação ao pastoreio primeiro, em Lages, como padre, depois em Caçador (SC) como bispo; em seguida, volta à Lages como bispo coadjutor e depois, como bispo titular. O Santo Padre, mesmo depois de sua renúncia o convocou para voltar a Caçador como Administrador Apostólico. O bonito percurso de vida de mais de 84 anos, 17 anos como padre e 40 no episcopado foi sempre cheio de sinais de disponibilidade e alegria em servir ao povo e à Igreja”.


DECRETADO LUTO EM LAGES

Havia publicado (erradamente e nós não temos compromisso com o erro) que a Prefeitura de Lages não havia decretado luto oficial pela morte do Bispo Emérito. Mas com razão a assessoria da Prefeitura nos corrige e confirma a decretação do procedimento tão logo ocorreu o lamentável óbito.

Aqui está o decreto assinado pelo prefeito Ceron com o gesto de reverência à memória do Bispo de Lages

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here