PRF: Quase 15 toneladas de maconha apreendidas

0
946

Divisão de Narcóticos da DEIC juntamente com a PRF e a Receita Federal relataram sábado, 08, detalhes da apreensão de 5,1 toneladas de maconha ocorrida em Ponte Alta, aqui pertinho de Lages. Dois empresários de Palhoça foram presos como supostos proprietários dessa e de outras duas cargas de drogas também apreendidas recentemente. As outras duas cargas foram 5.029 quilos de maconha apreendidos dia 18 de maio em Garuva e mais 4.700 quilos que estavam num caminhão em Porto Belo, em apreensão ocorrida no dia 4 de junho.


PORTANTO

Num intervalo de 50 dias, as investigações da DEIC na parceria com a PRF resultou na apreensão de 14.870 quilos de maconha. Essas quase 15 toneladas tinham como destino o ‘mercado’ de Santa Catarina e estavam em caminhões. No caso da última apreensão ocorrida em Ponte Alta, a maconha estava no meio de uma carga de milho.

A maconha localizada no meio da carga de milho à granel que era transportada pela BR-116 em Ponte Alta

A maconha era produzida no Paraguai e ficava armazenada no Mato Grosso do Sul antes de ser transportada para Palhoça, onde ocorria a comercialização na Grande Floripa. No registro acima as três forças que atuaram na apreensão da droga em Ponte Alta (PRF, DEIC e Receita Federal) e o caminhão onde foram encontrados ainda quatro quilos de ‘skank’

Os empresários de Palhoça foram presos em Correia Pinto, conforme divulgaram os responsáveis pela operação durante essa coletiva no sábado em Floripa. Somente a carga de maconha apreendida em Ponte Alta tem valor estimado em R$ 10 milhões


Imagens: Jaqueline Noceti (Coletiva) e PRF (Operação)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here