Chuvas: CEF e Paço nas tratativas para liberar FGTS

0
482

Famílias que comprovadamente foram atingidas pela enchente da virada de maio para junho, e residentes há pelo menos 90 dias no local da inundação, cujos trabalhadores tenham FGTS poderão sacar o montante de R$ 6.200,00. Defesa Civil tem o cadastro prévio de 1.608 unidades residenciais afetadas. Haverá tempo para a recepção de novos documentos que comprovem que a residência fora atingida pela enchente.

Representantes da Caixa Econômica vão trabalhar nos encaminhamentos de forma ágil. Pelo menos essa foi a garantia nessa conversa do prefeito Ceron com os gestores da instituição bancária nesta quarta-feira, 12



MORADORES DE OS OUTROS MUNICÍPIOS

ATINGIDOS PODEM SACAR FGTS?

O saque do FGTS só é possível porque Lages teve a habilitação do decreto de Situação de Emergência publicada no Diário Oficial, no último dia 26 de junho. A contar dessa data, o Caixa tem até 90 dias para efetuar a liberação dos valores do FGTS. Por analogia, trabalhadores de outros municípios afetados por inundações, como é o caso de Otacílio Costa, o mais atingido na Serra, têm o mesmo direito. Naturalmente que nada é automático, carecendo o reconhecimento da Situação de Emergência através de publicação no Diário Oficial da União e a articulação do município. Coisa para o prefeito Tio Ligas em Otacílio Costa dar uma olhada.

Nenhum município sofreu tantas perdas aqui na Serra – pelos relatórios – quanto Otacílio Costa. Amures chegou a divulgar um montante de R$ 10 milhões em prejuízos, sendo que a metade disso somente na infraestrutura. Daí que o reconhecimento da situação de emergência deve ser uma realidade naquele município

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here