Saravá, sexo e goles no Cemitério da Penha

0
6684

Secretário Euclides Mecabô – Tchá Tchá – tem uma tarefa ingrata pela frente. Embora a clientela não reclame, o fato é que a tarefa de cuidar dos cemitérios de Lages tem exigido bastante. Recentemente foi o vandalismo no Cemitério Cruz das Almas. E quase que semanalmente encontra vestígios de abusos diversos dentro do Cemitério da Penha. Embora haja vigilância e cuidado frequente, o espaço enorme do campo santo impede que se esteja presente em todos os lugares. Daí que cenas de situações inusitadas e até macabras são constantes. Observe os registros da madrugada da quinta-feira, 13…

Ao pé da Cruz Mestra bebidas e roupas íntimas abandonadas compõem o cenário do local

Uma dona chegou a ‘esquecer’ a lingerie no local ou então, pela presença de pimenta pode ter sido algum tipo de saravá

Ao invés do tradicional velho barreiro, os ‘fazedores de trabalho’ estão inovando na variedade de bebidas alcoólicas. Tudo em cima da estrutura da chamada Cruz Mestra



E NO CEMITÉRIO CRUZ DAS ALMAS

E do repórter Evandro Gioppo – Clube FM – esse registro do jazigo dos irmãos Canozzi (só um deles tinha esse sobrenome) no Cemitério Cruz das Almas. As imediações foram alvo de vandalismo, quando se destruíram parcialmente 54 jazigos. A equipe de Tchá Tchá trabalhou para recuperar os espaços dos estragos causados

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here