Diretran chama Agentes de Trânsito para diálogo

0
1552

Nas mensagens de grupos sociais é notória a insatisfação dos agentes de trânsito de Lages. Pelo estilo da nova gestão diferente daquilo que vinha ocorrendo até então, embora de forma contida, os agentes não escondem o desconforto na atuação. Isso inclusive contribuiu para situação como o afastamento da diretora Saraya Figueiredo, denunciada no MP por agentes devido a suposta prática incorreta de liberação de veículo apreendido, cuja providência extrapolaria sua área de competência.


CONVERSA COM O GRUPO

Tentando melhorar a relação de atuação, o Executivo de Trânsito, Jacinto Bet, reuniu-se com os agentes. Confirmou o afastamento de Soraya, lembrando que caso ela comprove na esfera administrativa (há um procedimento nesse sentido) que não extrapolou os limites de sua competência no episódio do veículo apreendido e liberado, a mesma retorna à função como diretora. Até lá foi apresentado o nome de Simoni Schlichting Branco para o lugar de Soraya.

Reunião prega o diálogo e o trabalho conjunto, mas os agentes não escondem descontentamento gerado, principalmente, por causa da alteração da escala que vinham desempenhando até então


É PRECISO FICAR CLARO QUE…

Os Agentes de Trânsito de Lages, um pouco criticados no início da implantação da atuação, exercem papel fundamental no cotidiano da cidade. Talvez desempenhem uma das atividades mais complicadas que é lidar com motoristas que ignoram o CTB, tentam sempre o jeitinho e se irritam diante da abordagem e, principalmente, da punição. Constituem-se um grupo de trabalho que precisa do respaldo da comunidade e de seus superiores porque, quem conduz veículo corretamente e está em ordem com documentação, não tem razão de se chatear com os agentes. Essa premissa basta para se posicionar favorável ao trabalho deles e não ficar jogando pedras para justificar barbeiragens e erros comuns no trânsito de Lages.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here