Dois anos depois: Semasa reajuste água em 6%

0
617

Ano passado nesta época deveria ter ocorrido o reajuste da tarifa de água em Lages. “Não aumentaram objetivando outro resultado que não veio”, apontou o prefeito Ceron, referindo-se ao resultado das urnas. E por conta da não reposição da inflação do ano passado, a tarifa de água em Lages está há dois anos sem aumento. A partir de relatório e parecer da ARESC – Agência reguladora que avalia e determina o reajuste da água tanto para a Casan quanto para aqueles municípios com sistema autônomo – a orientação era para que a água em Lages ficasse 11% mais cara. O percentual equivale à inflação dos 12 meses acumulados.


PORÉM

Não acatando na íntegra a recomendação da ARESC, prefeito Ceron concordou com uma reposição de 6% a entrar em vigor a partir de 01 de agosto. Mas o decreto estabelecendo o reajuste tem ressalva. É que Ceron não tem segurança jurídica de que pode dar apenas 6% de aumento ao contrário os 11% recomendados, sem que isso caracterize renúncia de receita. Assim, no decreto estão previstos os 6% de reposição, podendo tal índice ser revisto pra chegar aos 11% caso haja orientação jurídica nesse sentido para atender o parecer da agência reguladora.

Prefeito Ceron ao lado do vice, Polese e do Procurador Geral, advogado Agnelo Miranda e a decisão do reajuste na tarifa de água em 6%, embora o parecer da agência reguladora é de que o aumento fosse de 11%

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here