Carahá: Tchau álamos e dê-lhe azevém

1
866

Pra mode de quê não aconteça erosão, imediatamente ao trabalho que verdadeiramente está deixando o Rio Carahá de cara nova, está sendo feita a semeadura de azevém.

50 quilos de azevém estão sendo semeados nesse pedaço inicial do rio desassoreado

ÁLAMOS NO CHÃO

Nesse ínterim também serão cortados 30 álamos que margeiam o rio, a partir de mapeamento da Defesa Civil. São árvores sob risco de queda e a intenção já é ir fazendo o trabalho completo. “Precisamos retirar estas árvores da avenida e no lugar delas serão plantadas outras espécies vegetais, que melhor se adaptam a esta área urbana e ao solo irregular do leito do rio”, cita o secretário Euclides Mecabô, que fez questão de colocar a mão no azevém e ajudar na semeadura.

Uma ideia de como está ficando o Rio Carahá na parte inicial do trabalho de desassoreamento. Com a semeadura, esses barrancos terão proteção de gramínea, evitando erosão

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Que a madeira dos álamos seja utilizada para a construção de Parklets (Equipamentos públicos que promovem a valorização de espaços urbanos, como este da imagem), que utilizam a vaga de um ou dois estacionamentos públicos para proporcionar mais comodidade aos usuários da via…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here