Azul corta mais um voo Lages a Campinas

3
809

Se você tentar reservar uma passagem na ponte aérea Campinas a Lages no domingo, o que aparece no registro está logo abaixo: acabaram os voos da Azul entre Lages e a cidade paulista aos domingos. Aquela estratégia de pegar avião aqui para estar logo cedo em São Paulo na segunda-feira não existe mais.

Sem comunicado prévio, a Azul Linhas Aéreas simplesmente retirou a opção de voo nos domingos, depois de já ter retirado outros dois dias da semana da escala da empresa

APENAS TRÊS VOOS SEMANAIS

Com a desativação do domingo da rota da Azul, ficaram apenas as segundas, quartas e sextas-feiras, por enquanto. A empresa, portanto, cortou pela metade as opções de deslocamento, considerando que eram seis dias (todos os dias, exceto sábado) no começo da operacionalização da linha entre Lages e Campinas.

Os voos não estavam partindo de Lages com menos de 70% de ocupação. Um percentual absolutamente razoável para o mercado aéreo brasileiro. E os preços continuam convidativos, com reservas antecipadas que permitem uma passagem a Campinas custando menos de R$ 300,00

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Muito provavelmente devem ter algum motivo, tanto que no segundo domingo de setembro, volta a regularizar os voos nos domingos.

  2. Idilicamente estas empresas possuem um batimento de metas muito vigoroso, exigível e permanente, coisa que não podemos oferecer na serra, são empresas que são assediadas costumeiramente e se rendem pelo mercado ávido e competitivo e não se balizam por um amor a região aonde estão, o lucro é que interessa. Vejamos, voos regularmente lotados, infraestrutura oferecida adequada, aeroporto perto do centro, não há o que dizer que o lucro ou algo de errado possa estar acontecendo. Agora se há um fator político, Estado oferecendo facilidades e benécies e estas estão rareando pois foi em tempo definido ou eleitoral, devemos chamar o responsável por isso e as explicações devem serem dadas, sob pena daqui mais alguns meses a empresa vá definitivamente embora, será que estas empresas vem por convites políticos ou temos condições de efetivamente de manter estes voos.

  3. Bom, sempre dizem que o voo tem uma média de 80% de ocupação, e que nunca sai com uma lotação inferior a 70% aqui de Lages, e sei que aeronaves ATR já se tornam rentáveis com uma média de 50% de ocupação então se estes números são reais, existe sim demanda em Lages, e vamos levar em consideração os seguintes fatores: 1º o preço que é vantajoso sim, mas só quando a passagem é comprada com bastante antecedência, já pesquisei voos onde a passagem passava de mil reais próximo ao dia do voo, então a passagem não é barata quando surge uma viagem de última hora, 2º os voos não são regulares, ou seja, você compra uma passagem com um mês de antecedência para aproveitar o preço, mas não sabe se o voo será mantido naquele dia, fora que nos últimos meses houve alguns cancelamentos por conta do mau tempo, nossa estrutura ainda é singela não que isso ainda não seja normal, 3º existe somente um horário de voos disponíveis e não é um bom horário pois é no meio da tarde, o bom seria que a aeronave pernoitasse em Lages e decolasse pela manhã e 4º existe apenas uma rota, mas entendo que Lages comportaria perfeitamente uma rota a Porto Alegre talvez com escalas em Chapecó, Florianópolis ou Curitiba entendo que ao menos poderia ser estudada estas rotas pois ao menos via terrestre existe demanda, se houvesse uma passagem a um preço bom com certeza haveria mais demanda.

    O que entendo que acontece é que existem muitas cidades pleiteando a aviação regional, e se observarem foram criadas várias novas rotas pela Azul, sendo que a Azul não adquiriu novas aeronaves ATR em sua malha, tanto que em Criciuma os voos foram transferidos para Jaguaruna onde a aeronave disponível foi o ERJ, então é obvio que a empresa visa lucros, e se Lages gera uma demanda de 70% possivelmente existam rotas que geram de 90% a 100% onde a azul visando um maior lucro transfere as aeronaves para estas rotas, então não é um problema de falta de demanda, e sim por que existe maior demanda em outras cidades, infelizmente os bons tempos da aviação, os tempos da Rio Sul que mesmo com uma fraca demanda permaneceu anos em Lages já se foram, alie-se a isso a passividade de nossas autoridades que simplesmente me parece estão dando de ombros corremos o sério risco de em mais alguns dias perdemos completamente os voos…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here