Escola Estadual viraria creche em Lages

3
2431

ADR de Lages esclarece motivos que embasam a proposta de desativação da Escola Vidal Ramos. O gerente de Educação, Humberto de Oliveira, explica que o Ministério Público foi acionado porque membros da comunidade escolar reivindicavam espaço apropriado para a prática de atividades esportivas. A partir disso, a Gered elaborou estudo de viabilidade técnica e financeira. E a conclusão é de que a construção de um ginásio de esportes  custaria R$ 6 milhões entre compra do terreno e execução das obras.

DESSA MANEIRA…

A Gered sugere a desativação da Escola Vidal Ramos e a transferência dos 370 alunos e 12 professores para escolas como o Centro Educacional Vidal Ramos e o Colégio Industrial, que ficam próximas. “Ninguém sofrerá qualquer tipo de prejuízo”, explica Humberto de Oliveira.

MENOS ESTUDANTES

Humberto lembra que em 2011, quando foi inaugurada, a escola Vidal Ramos contava com mais de 500 alunos. Atualmente, são menos de 400. O Centro Educacional Vidal Ramos Junior, que chegou a ter 3,5 mil alunos, hoje tem menos da metade. E em todas as 44 escolas da região, lembra o professor, o número total de alunos baixou de 30 mil para 25 mil somente nos últimos anos.

PALAVRAS DO GERENTE DE EDUCAÇÃO

“Há um grande decréscimo de matrículas na rede estadual de ensino, então podemos muito bem aproveitar os espaços ociosos nas escolas e otimizar os recursos públicos. Por isso consideramos a viabilidade de transferir os estudantes da Vidal Ramos para outras instituições, sem a necessidade de gastar R$ 6 milhões com a construção de um ginásio para atender menos de 400 alunos”.

ESCOLA VIRARIA CRECHE

Se a decisão final for pela desativação, o secretário regional João Alberto Duarte adianta que o prédio deverá ser cedido ao município para destinação à educação infantil. “Não existe a menor possibilidade de transferência da ADR para lá. Nem mesmo outros órgãos do Estado, pois isso não é possível, já que o prédio precisa ser destinado à educação. Se a escola realmente for desativada, a estrutura continuará servindo ao ensino, provavelmente abrigando uma creche do município”, diz o secretário.

Se depender da Gerência de Educação o prédio deixa de ser escola estadual e passa a funcionar como creche do município



EMPREENDIMENTOS DE

QUALIDADE EM LAGES TEM NOME:

CONSTRUTORA TERRA ENGENHARIA

Terra Engenharia tem empreendimentos de qualidade com as unidades executadas fiéis ao projeto proposto.

Isto é Terra Engenharia. Empreendimentos prontos, outros com obras em andamento e há novidades a caminho. Visite o portal e se informe sobre preços, formatos e opções de financiamento, através da Caixa.

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Se for efetivada sem dúvida uma solução mais adequada e utilitária do que simplesmente fechar um imóvel para diminuir custos.

  2. O ministério público aceita outras adequações menos onorosas para a pratica da educação física, existem outras soluções. O jornalista deve lembrar que esta escola esta há 105 anos formando com muita competência os estudantes lageanos e na educação não devemos pensar como os políticos em quantidade , mas sim, qualidade. Nenhum cidadão consciente fecharia esta escola ou reduziria a opção de escolha no estudo.Estão desqualificando um espaço sagrado e criando para a população um discurso de reaproveitamento que não é sério. Se a escola serve para a educação infantil, serve para os adolescentes também.

  3. Minha cara Nanci, que ótimo comentário o teu, se pudéssemos abrir as cabeças políticas da serra e colocar algo de racional e mostrar-lhes o valor da educação a nossa Lages seria muito melhor, a coisa política joga todos na vala comum e até os representantes do governo na serra, muitas vezes defendem a palavra hierarquicamente superior ou seja, fechar significa economizar e é o que passa em suas mentes vazias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here