Paço: Sentença mandou demitir contratados

1
699

Escrevemos em O Momento desta semana:

HASTA LA VISTA 

“Não é nem o MP. Já é uma sentença judicial que herdamos para cumprir”. Diz Ceron sobre as razões de demitir os últimos 488 contratados do Paço. Todos saem até 31 de agosto. Depois só haverá na prefeitura efetivos, comissionados e aqueles que passarem em processo seletivo. As palavras do prefeito visa inclusive esclarecer que não existe solução para aqueles que estão saindo, a não ser a demissão, visto que se trata de uma decisão judicial que determinou nesse sentido.


VEREADOR BRUNO HARTMANN

E O PONTO DOS COMISSIONADOS

Vereador do PSDB, Bruno Hartmann, deixa claro que a ideia da moção para que haja controle de ponto eletrônico aos comissionados, que partiu dele com apoio de colegas, não inclui secretários, prefeito e vice, naturalmente. Os chamados cargos políticos estariam fora da ideia.


CARTÃO DA PREFA 

Vereador Jair Júnior, no estilo labareda amiga, indaga se o cartão corporativo da ‘prefa’ paga padaria e supermercado dentro de Lages. Será que desconfia de gente fazendo rancho por conta do Paço? Há muito controle para se chegar a tal prática, vereador!


SALVADORES DO PAÇO

“Ponte Grande, Araucária, UPA. Tudo estava sendo feito. Pararam e estão retomando”. Frase do ninho pelego. Mas em 2016 quase nada andou. Não fossem os técnicos do ‘exército da salvação’ das obras essas poderiam ter morrido no projeto. Ou será que não?

Na administração anterior o projeto da Ponte Grande, que é mais saneamento que infraestrutura, deu uma andada boa antes da transição

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here