Jorginho não quer saber de ‘distritão’

1
231

Em meio às discussões sobre a reforma política, deputado federal Jorginho Mello afirmou que é contra o financiamento público de campanha e ao sistema distritão, que prevê o voto majoritário para candidatos do Legislativo – deputados federais e estaduais e vereadores. “Não há menores condições morais de o Congresso aprovar essas medidas”.

DINHEIRO PÚBLICO

O fundo público prevê que seja destinado R$ 3,6 bilhões para o financiamento das campanhas eleitorais. “Dinheiro público é para investir em Saúde e Educação, não em campanhas eleitorais”, reagiu Jorginho Mello. Segundo ele, a mudança proposta “é caminhar de ré e nós precisamos modernizar”.

Se o distritão estivesse em vigor na eleição de 2014, Jorginho teria sido eleito da mesma forma. Mas há engenharias que indicam a hipótese do deputado do PR disputar uma vaga ao Senado e até como vice-governador de SC

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Jorginho tem razão, imagine financiar um Aécio da vida publicamente e esse cara er uma dupla oportunidade para se eleger em qualquer cargo que queira, e esse fundo político é de uma imoralidade sem tamanho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here