Lages: Quem conduzirá a tocha dos Jasc?

4
393

Faltando 80 dias para os Jasc em Lages…

Assunto predominou durante a manhã do feriado da Padroeira de Lages no grupo que reúne profissionais de imprensa na rede social. É que tradicionalmente uma pessoa identificada com o esporte – preferencialmente local – é escolhida pela organização dos Jogos Abertos para acender a pira olímpica, no cerimonial que conduz a tocha, durante a abertura.


SUGESTÕES NÃO FALTAM

Vários nomes desfilaram como sugestão para homenagear o evento e, naturalmente, ser homenageado. Desde ex-jogadores do Internacional de Lages como o craque Zé Mello, nosso último grande herói, Erlon Joe, além do eterno meio campista Bim, até outros atletas como a jogadora de futebol, medalhista olímpica Maicon e protagonistas de outras modalidades. Marco Cordeiro, do Xadrez, Amandinha do time das Leoas da Serra e assim por diante.

Erlon Joe, o último herói do colorado, entre aqueles que integram a lista de eventuais homenageados na cerimônia dos Jasc

ISSO NÃO!

Cheguei a sugerir, numa alternativa bem lageana, a escalação de um campeão de tiro de laço (laçador) para fazer o papel de acender a pira olímpica como se fosse um bom fogo de chão campeiro. Mas a ideia foi tratada como piada. Vamos esquecer isso, então, para não dar desavenças!


UNANIMIDADE

Entre os profissionais de imprensa, recebeu unanimidade, a ideia compartilhada por Maurício Neves de Jesus. Seria a inauguração na abertura dos Jasc de um busto para homenagear Álvaro Muniz, a referência do basquete lageano e esportista de grandeza enorme de Lages. Se a ideia for um busto de Álvaro Muniz, melhor a organização encomendar logo ao escultor Batista.

Álvaro Muniz participou da primeira edição dos Jasc em 1960 representando Lages na equipe de basquete em Brusque. Foi jogador, treinador, dirigente e muito querido por todos na cidade.

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Sinceramente não vejo em Lages figuras exponenciais para carregar a tocha do JASC, quem sabe homenagear aqueles que nos prometeram muita coisa e não fizeram quase nada, por incrível que pareça, se torna uma dúvida atroz, as meninas das Leoas é uma ótima indicação ou puxando um saco politicamente, Colombo poderia também ser uma opção derradeira, mas como manezinho desgarrado prefiro ficar na Capital saboreando uma boa tainha na brasa.

  2. Caro Névio, demonstrando novamente seu total, imenso e brutal desconhecimento da paróquia, mais muma vez você coleciona um comentário infeliz.
    Os JASC são o maior evento esportivo de Santa Catarina e Lages possui “APENAS” a MAIOR atleta olímpica do estado.
    A jogadora Andréia dos Santos, a Maycon, com duas medalhas olímpicas (prata) e duas medalhas pan americanas (ouro) no futebol feminino, além de vários outros títulos.
    Por favor, atenha-se mais as suas tainhas e nos deixe em paz.
    Obrigado.

  3. Meu caro Paulo, quem sabe em um momento de comicidade ou distração não lembrei de nossa atleta maior Maycon, até a imprensa também deve ter tido um lapso jornalistico em não lembrá-la. Estou há muito tempo longe de Lages e os blogs são o meu refúgio para amenizar a saudade e vocês leitores também são a razão da participação intensa nos debates, ao mesmo tempo que, exilado na Ilha da Magia, fito diariamente os contrafortes da serra geral esperando que algum dia possa retornar ao torrão natal, enquanto isso não acontece vamos nos ater aos salmões, as tainhas e aos camarões, poque ninguém é de ferro.Abraços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here