Lages segue demitindo mais que contratando

6
1340

Pelo terceiro mês consecutivo – maio, junho e julho – os índices de empregabilidade oficiais no município de Lages são negativos. Os diversos setores da economia continuam demitindo mais colaboradores que contratando. Os dados do Ministério do Trabalho consideram apenas empregos formais (carteira assinada). No mês de julho, seguindo a tendência dos dois meses anteriores, foram fechadas 174 vagas. Nos 31 dias daquele mês se admitiu 1.175 pessoas enquanto foram desligadas 1.349.

No acumulado do ano – janeiro a julho – há um número de 409 vagas a mais abertas que as fechadas, mas esse quantitativo já foi bem maior e se deve aos bons dados do mês de abril deste ano com a inauguração de empreendimentos como o Stock Center


A imagem acima é ilustrativa e mostra Lages antes das obras das vias marginais da BR-282

COMPARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Isso já era previsto com o governo Temer, somado aos que a prefeitura também demitirá aonde em Lages estas pessoas vão terem colocação, comecará m novo ciclo de lageanos indo embora da cidade, Florianópolis, o litoral, Caxias do Sul, Joinville, Palhoça, os destino mais ´procurados, curiosamente nordestinos que vieram para Florianópolis e paulistas da área de gastronomia também chegam, mas voltam em pouco tempo, salários baixos e um custo de vida elevado forçam a turma a voltarem. No centro da capital existem mais de 600 pessoas vivendo nas ruas e o empresários preocupados com o Lula, parece que esta letargia nossa é histórica ou o PT nos deu tantos direitos que não soubemos usá-los, será que voltaremos a ser a capital dos desemprego em Santa Catarina.

  2. Então tá a culpa é do Temer, ele era vice de quem? quem governava o país nos últimos anos? é muito cinismo de algumas pessoas, se hoje o Brasil se encontra nessa grave situação foi graças a corrupção que se infestou no Governo do PT, porque além de roubarem, também deixaram roubar, enquanto essa cacalhada de políticos, seja do PT, PMDB, PSDB, PSD e todos os outros partidos estiverem no poder, nada vai mudar, só mudará para melhor se houver uma faxina geral na classe política.

  3. para que haja faxina é melhor não votarmos em ninguem que esta aparecendo na mídia,chega de ser sempre os mesmos,não temos mais ninguem para que venhamos brigar achando que são honestos e merecem nosso voto.

  4. João e Lucia… exemplos vivos do colapso da inteligencia… da alienação comoda e preguiçosa… um nunca leu a história do Brasil… a outra sempre se achando vitima do “sistema” que ela ajudou.. e ajuda… a construir, e a se manter… indiferente a tudo e a todos… E.. assim, a humanidade continua a caminhar…

  5. Alienado é quem defende essa corja de PTralhas, onde a cada dia prendem mais um integrante por participar de corrupção, quer que eu cite quais foram presos e outros que estão enrolados até o pescoço com a justiça?
    Prefiro um milhão de vezes não ter lido a história do Brasil, do que apoiar essa tal ideia socialista que pregam por aí, e quem apoia a tal Bandeira vermelha que se mude para Cuba ou a Venezuela, aqui no Brasil sempre vai ser a Bandeira verde e amarela.
    A cadeia deveria ser o lugar para todos eu disse “TODOS” os políticos safados que enganam e roubam o povo, seja ele de qualquer sigla política.

  6. Em lages já são famosos os integrantes do retrocesso intelectual e político, já é sabido que o sistema de direita cria, através da doutrinação de VEJA, Isto É, Globo e outros veículos que auxiliaram a Ditadura Militar e agora o golpe na mentalização de um discurso demagógico e de fácil assimilação que só se sustenta nestas cabecinhas atrasadas e nem em outro setor da sociedade mais intelectualizado. Então não me surpreende que ainda em Lages façamos churrascos e festas para quem nunca fez nada pela cidade e região e os verdadeiros guerreiros e visionários do social sejam abandonados, deixando que a ignorância e o atraso grassem na cidade, a manutenção deste discurso sem nexo, batendo na mesma tecla e sem conteúdo prático, só prova que esse exército de manobra é usado e depois descartado, pobres coitados e a Lages do desemprego, da demagogia barata e das promessas se fim continua a sofrer e particularmente não sou eu quem cria todas estas constatações se percebe na realidade, dia a dia vejo na capital lageanos, gaúchos e demais trabalhadores perambulando pelas ruas de uma capital que já começa a desmontar a sua fantasia, shopping e centros comerciais em sua maioria foram construídos no período de Lula e Dilma e agora com a economia baixa estão despedindo assustadoramente, imagine Lages com um parque empresarial caseiro e vivendo de dependência estatal, por isso, tudo que vislumbra-se agora são efeitos do golpe e isso nossas mentes atrasadas não interpretam ou não querem interpretarem. Abraços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here