Colombo: R$ 1,4 bilhão em Lages e Serra

0
609

Numa iniciativa do coordenador do Fórum das Entidades Empresariais de Lages, Roberto Amaral, governador Colombo participou de uma reunião/almoço com os membros desse colegiado de instituições. Recebeu pleitos e aproveitou para um relato sobre obras e ações na Serra Catarinense.

QUASE UM BI E MEIO

De acordo com os dados apresentados, entre 2011 e agosto de 2017, a região recebeu investimentos do Estado que somam R$ 1,4 bilhão. São pavimentações, Centro de Inovação, quadras esportivas e ampliações nas escolas, incentivos para aumentar a produtividade agrícola e na área da Saúde, a ampliação que vai transformar o Hospital Tereza Ramos em um dos mais modernos e completos do Sul do Brasil.

Na apresentação, Colombo explicou que o Brasil atravessa uma de suas piores recessões econômicas da história, e para a maioria dos estados, que também enfrentam a queda acentuada na arrecadação, os desafios da gestão passam por fazer contas.


COLOMBO DIZ QUE O ESTADO ENFRENTA

CRISE SEM AUMENTAR IMPOSTOS

“Essa decisão tem um único objetivo: proteger a sociedade, proteger quem dá emprego e fazer esse dinheiro sobrar no bolso do catarinense. Porque se não o supermercado não vende, o cidadão não compra, o empresário demite e a economia que já está fragilizada entra em colapso”.

APOSTA NA LAVOURA

Segundo o governador, o setor do agronegócio tem contribuído com o desempenho econômico do Estado e a Serra Catarinense conseguiu ampliar a área cultivada de 86 mil hectares em 2011, para 110 mil hectares em 2017. “O município de Campos Novos, com 22 mil hectares de área cultivada é considerado o celeiro do Estado. A Coxilha Rica tem 25 mil hectares de terras agricultáveis, agora imaginem o quanto dá pra crescer e se desenvolver ali”, disse Colombo.

O aumento da produção agrícola, a partir de dados da Epagri e Cidasc, são apontados como fator de desenvolvimento por Colombo


INFRAESTRUTURA NA SERRA

Com investimentos do Estado, de mais de R$ 70 milhões, está em execução, em pista de concreto, mais durável, a pavimentação da SC-114 entre Lages e Otacílio Costa.

ESTRADAS – Entre Lages e Painel, a SC-114 também está sendo revitalizada num trecho de 24 quilômetros e recursos da ordem de R$ 14,4 milhões. A obra é classificada como ecologicamente correta com um sistema que garante mais aderência e maior segurança. De Painel a São Joaquim o asfalto também é novo, com o traçado totalmente reformulado com terceiras pistas e alteração de curvas perigosas. E tem ainda o trecho São Joaquim a Bom Jardim sendo revitalizado da SC-390, além da Caminhos da Neve em direção a Bom Jesus/RS, obra tocada pelo Exército de Lages.

MAIS OBRAS – Na Serra do Corvo Branco, citada pelo governador como uma das paisagens naturais mais bonitas do Estado, também está sendo pavimentado o trecho que liga a Serra (em Urubici) e o Sul (em Grão Pará), com as obras 90% concluídas. Também está em execução a pavimentação da SC-120 entre o Cerrito e Curitibanos, num trecho de 40 Km.

ANITA E COXILHA – Com a função de ajudar no escoamento da produção agrícola, a SC-390 entre Anita Garibaldi e Celso Ramos também está em obras. Na região da Coxilha Rica, cinco pontes estão sendo reformadas e o projeto de asfaltamento de 22 quilômetros tem o objetivo de reforçar o potencial turístico e agrícola da região.


O RECADO DE COLOMBO

“A gente sabe que há muito por fazer, mas às vezes, não basta apenas a boa vontade e o desejo de contribuir ainda mais. Por outro lado, seja de uma obra física, ou de uma ação que fica no anonimato, o verdadeiro legado é saber que tudo o que é possível você está fazendo pra deixar a vida das pessoas, um pouquinho melhor”.



EMPREENDIMENTOS DE

QUALIDADE EM LAGES TEM NOME:

CONSTRUTORA TERRA ENGENHARIA

Terra Engenharia tem empreendimentos de qualidade com as unidades executadas fiéis ao projeto proposto.

Isto é Terra Engenharia. Empreendimentos prontos, outros com obras em andamento e há novidades a caminho. Visite o portal e se informe sobre preços, formatos e opções de financiamento, através da Caixa.

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here