Ciclista ou pedestre? Segue conflito na Duque

1
629

As placas indicativas são claras: a faixa central da Avenida Duque de Caxias é uma ciclovia onde a prioridade, naturalmente, é para o ciclista que tem pouco espaço para pedalar em Lages. Mas ainda na semana passada um acidente envolvendo dois ciclistas e um pedestre acabou projetando um dos deles para a pista de rolamento. A razão é exatamente essa invasão do pedestre no espaço destinado aos ciclistas. Daí a necessidade de um reforço na conscientização (já que as placas são claras) que lugar do pedestre é na calçada e não dividindo espaço com quem pedala.

 

A bela imagem de arquivo do Adailton Camargo evidencia exatamente a placa indicativa apontando que a ciclovia é mão dupla para ciclista, sem qualquer indicativo para que pedestre utilize o espaço central da avenida.

ASSIM

A presença de pedestre na ciclovia se constitui uma invasão de espaço, não sendo de responsabilidade dos ciclistas diante de qualquer acidente ou incidente!

 

 


E FALTA UM POUCO DE CAPRICHO DA

SECRETARIA DE SERVIÇOS PÚBLICOS

Se existe esse conflito pela invasão do pedestre no espaço dos ciclistas, há também o desleixo da administração pública na manutenção da Avenida Duque de Caxias. Constantemente veículos estão acertando os postes de metal que deram esse belo visual à avenida. O problema é que o reparo (troca de postes) está demorando muito. O município pode cobrar de quem estraga, mas não se pode aguardar que transcorra todo o processo de cobrança para depois ter os postes repostos.

Esse poste foi ‘acertado’ por um veículo e está assim, todo capenga, bem na frente do Colégio Energia. Como faz tempo que a estrutura foi esfolada, já teria dado tempo para uma nova compra. E pelas constantes colisões, recomenda-se que a prefeitura já compre uma meia dúzia desses postes e guarde para reposição.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A sinalização é específica para ciclistas, mas trafego diariamente pelo local, pois saio do escritório, que fica próximo ao Hotel Afford (com minha bike) para protocolar recursos junto a PRF e DNIT. Então, pego a Avenida Presidente Vargas (Zero Ciclovia!), acesso a Avenida Belisário Ramos (Zero Ciclofaixa!), pois não possui sequer sinalização regulamentada neste trecho que compreende a Presidente Vargas até a Duque de Caxias (*Faixa pintada de amarelo, ao invés de branca e vermelha, que seria o correto!)… E quando chego na ciclovia da Duque de Caxias, tenho que conviver com pedestres com aparato de som nos ouvidos (caminhando em zigue-zague), vendedores ambulantes (caminhando pra lá e pra cá), dupla de pedestres (muitas vezes de mão dada e no mesmo sentido, fechando a passagem da bike… *Obs: Tenho que pedir licença na maioria da vezes e o pior… Quando o pedestre vem na direção contrária (na contramão), ou seja, no mesmo sentido que você está se deslocando, o susto é grande! Se ao menos pintassem as setas indicativas de direção na pista e aplicassem a sinalização de compartilhamento da via (bikes e pedestres), quem sabe assim existiria uma convivência harmoniosa… Mas da forma que está, uma hora dessas a “pexada” vai ser feia, como dizem os mais antigos… Poderia haver uma preocupação maior com os pedestres e ciclistas, afinal eles estão em primeiro lugar quando o assunto é segurança! Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here