‘Marco Véio’ fechará mais creche em Lages?

1
2985

Marco Regulatório que impôs regras ao repasse de recursos às entidades que prestam serviços e atendimento na área social pode estar fazendo mais uma vítima em Lages. Uma não. Várias.

Informação compartilhada na rede social aponta que reunião da diretoria da Irmandade Nossa Senhora das Graças (Orfanato) decidiu pelo fechamento da creche. Atualmente a creche atende 42 crianças em situação de vulnerabilidade que ficarão sem o atendimento por conta da crise enfrentada pelo Orfanato decorrente da falta de repasse de recursos.

MAIS PROBLEMAS

Não bastasse a falta de recursos para a manutenção da creche, o Orfanato de Lages enfrenta dificuldades com instalações físicas e até com a rifa que é comercializada para angariar recursos para manutenção da folha dos colaboradores. Além da creche, o atendimento no orfanato abrange outras 210 crianças.

Prefeito Ceron esteve no começo de maio visitando o Orfanato Nossa Senhora das Graças, quando destinou o salário que recebeu do mês de abril para ajudar a entidade. Ajuda foi bem-vinda, mas não suficiente para afastar as dificuldades que a entidade enfrenta.


QUESTÃO DO MARCO REGULATÓRIO

Há uma equipe técnica na prefeitura auxiliando entidades, na busca de regulamentação de situações que permitam o retorno ao acesso a recursos públicos. Porém, a situação é bastante burocrática, dificultando bastante a superação das necessidades que permitam restabelecer o acesso a recursos.

O QUE JÁ OCORREU EM LAGES?

Alteri, entidade que atendia com ações sociais mais de 500 idosos, deixou de funcionar em Lages. A Creche Lar do Caminho também desativou o atendimento a mais de 40 crianças pela falta de recursos. Sem recursos públicos, a SAMT se tornou inviável. Há ainda o caso de várias outras entidades desativadas ou a caminho disso por conta do não repasse público (município) devido à nova legislação.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estou precisando consultar na ubs do coral, mas não consigo. Mudei de endereço e na minha area o agente esta a 5 meses de licença e não tem enfermeira reponsavel para fazer a transferência do meu cadastro. Agora eu pergunto? O problema é da gestão e eu tenho que ficar sem consultar, sendo que tomo medicaçao controlada. Cade a visita do prefeito as unidades de saude conforme promessa de campanha. A mefica informou que já solicitou os funcionarios para a secretaria da saude e nao foi atendida. Quero saber quem vai resolver isso, pois sem esse cadastro nao bou ser atendida. Tenho que procurar o ministerio público?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here