Vereadores: Só falta contar os carros de fora

2
746

Curioso o pedido de informações dos vereadores Osni Freitas (PDT), Ivanildo Pereira (PR), Jair Junior (PSD) e José Amarildo Farias (PT). Querem saber quanto foi arrecadado de IPVA em Lages neste ano. Trata-se de um tributo que o Estado repassa 50% aos municípios e não tem destinação específica, sendo incluído na chamada conta mãe para custear despesas diversas.

AS PERGUNTAS

Os vereadores querem saber qual a expectativa de arrecadação do IPVA para este ano. Indagam se há uma destinação especial do imposto (e a gente sabe que não há indo tudo para a conta mãe). Eles indagam quantos veículos em circulação na cidade de Lages estão em débito com o IPVA. Essa resposta não é a prefeitura que tem.

AINDA

E por fim, se existe estimativa de quantidade de veículos de outros municípios circulando em Lages. Uma resposta impossível, porque não tem como quantificar a chamada frota flutuante. É estranho o pedido de informações. Mas como esse expediente é usado por vereadores para alguma investigação, vai ver que eles estão fazendo investigando algo suspeito sobre o IPVA e ninguém sabe. Só por curiosidade não deve ser!

O misterioso pedido de informações na Câmara inclui saber a quantidade de carros de outros municípios circulando em Lages.


ALIÁS…

Os vereadores proponentes do pedido de informações poderiam ficar as esquinas contando os carros de fora circulando em Lages. Lá estaria o Jair Júnior na frente do Terminal Urbano gritando para o Amarildo:

– Um do Fusca do Cerro Negro! Anote aí, uma lambreta de Urupema. Um FNM…

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Em minha opinião uma indagação pertinente dos nobres edis, emplacamentos em Lages, ou se carros da cidade emplacam fora devido aos valores e essa conta mãe do Estado é algo horroroso, tudo vai para uma vala comum sem explicações e aí o que ocorre são aqueles desvios inconsequentes da administração pública,

  2. Meu caro articulista, esta pergunta é MUITO IMPORTANTE! Este imposto que deveria ser usado para melhoras nas vias públicas, acaba tapando os buracos financeiros dos prefeitos e governadores e os contribuintes, meros expectadores, continuam a transitar por estradas cada vez piores e mal sinalizadas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here