BR-116: Motoqueiro morto era de Cerro Negro

0
988

Houve certa dificuldade para identificar o corpo de Aldori Waldrigues. Ele tinha 42 anos e foi a vítima fatal de uma colisão transversal registrada no início da noite do sábado, 02, na BR-116. O acidente foi num dos locais que vem registrando com frequência acidentes de natureza grave – o entroncamento da SC-390 com a BR-116 – no chamado Trevo de Capão Alto. Waldrigues era natural de Cerro Negro.

Jatir Fernandes esteve in loco apurando as circunstâncias do acidente que ocorreu no trecho de acesso à SC-390. A identificação do motoqueiro aconteceu apenas mais tarde porque o mesmo estava sem documentação.



COMOÇÃO MARCA O DOMINGO

COM MORTE DE SEVERIANO

O deslocamento do corpo de Severiano Hugen Júnior para o velório ocorreu com cortejo de dezenas de ciclistas pedalando pelas ruas de Lages. O gesto evidenciou o quanto ele era querido por amigos e apreciadores da prática de ciclismo. Funcionário da empresa Disauto (Coral), Severiano morreu na noite de sábado num acidente na chamada estrada de Tributo, região norte de Lages.

A caminhonete S10 que Severiano conduzia capotou. O caroneiro foi socorrido e encaminhado ao hospital Nossa Senhora dos Prazeres. Mas Hugen, infelizmente, veio a óbito. O velório durante o domingo foi marcado pela tristeza e comoção coletiva de amigos, familiares e parceiros de eventos, além de colegas de trabalho.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here