Birra e peraltice na Câmara de Lages

3
928

Porque toda a unanimidade é burra – pregava Nelson Rodrigues que por sinal nunca votou para vereador em Lages – não houve o efeito manada contrário à aprovação do convênio com a PM para fiscalizar ambulantes. Registre-se que três vereadores não seguiram a resistência esquisita dos demais que barraram o projeto.

ASSIM

Vereadores Chagas, Batalha e Gerson votaram pela aprovação. Inclusive porque o Tenente Coronel Alfredo esteve no legislativo, antes do projeto ser apreciado, fazendo esclarecimentos solicitados. Logo, o argumento de que foi de afogadilho, sem informações, não prosperará.

Gerson e os colegas Batalha e Chagas votaram pelo convênio com a PM


BIRRA?

Nos bastidores do legislativo, a ponderação é de que a resistência ao projeto ocorreu por birra. Vereadores que não entregaram um papel para o time das Leoas, homenageando-as pelo título da Copa do Brasil, teriam liderado a resistência ao projeto. Teriam ficado birrentos, magoados, machucadinhos, chateados. E como o projeto chegou no calor da pós-homenagem às Leoas, acabou predominando o discurso do ‘não vamos aprovar isso’.

SOBRE O ‘BOICOTE’ DAS LEOAS

Os vereadores que não entregaram o papel (diploma) para as Leoas se sentiram extremamente ofendidos. Tanto que emitiram nota de repúdio. Porém, chegou ao legislativo, antes da homenagem, uma solicitação das Leoas. Elas iriam receber o diploma. Mas não aceitavam, em hipótese alguma, que aqueles vereadores que votaram contra a ajuda de custos para Manaus lhes entregassem homenagem.

ENTÃO

Não restou alternativa. Os boicotantes ao projeto foram boicotados e impedidos de tirar retratos de entrega de diploma com as moças.

É ou não peraltices na Casa do Povo?


QUEM PERDEU?

O comércio estabelecido. O cidadão que circula pelas ruas e que tropeça em mercadorias espalhadas nas ruas somente porque os vereadores, birrentos, preferiram não aprovar um convênio para que a PM fiscalizasse os ambulantes.

SILÊNCIO DA CDL

A entidade que representa os lojistas de Lages não vai se manifestar sobre tal barbeiragem dos vereadores? O assunto interessava também ao setor. Até porque, não é nada contra ambulante, muito pelo contrário, aqueles que se submetem à lei devem continuar atuando. Mas tudo a favor do comércio estabelecido que paga imposto e gera empregos!

Presidente Rosani Pocai que faz um trabalho de excelência no comando da CDL, não deveria deixar esse atrapalho dos vereadores passar sem pelo menos uma nota no estilo ‘ajudem a cuidar da cidade que vocês representam’.

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Com todo respeito aos vereadores que votaram contra, mas trabalhei na fiscalização do Meio Ambiente e fui ameaçado várias vezes por estes cidadãos… Certa feita, tive que “peitar” ambulantes que vieram de caminhão para vender sandálias e espalharam por todo Centro! Solicitei o apoio policial e um dos ambulantes foi levado até o setor policial do calçadão, em revista, o mesmo estava portando uma faca super afiada, estilo punhal… Levamos todos os produtos para o Meio Ambiente e só saía de lá com o pagamento da Multa… O que fizeram? Pagaram a multa e foram embora rapidinho. E a gente tendo que conviver com essa máxima de dizer que os ambulantes devem ter prazo para se adequar… Ué! Eles não possuem uma lei vigente que devem respeitar? Os fiscais do meio ambiente estão secando gelo, pois eles sabem que o fiscal não vai colocar a cabeça à prêmio. Fico indignado, pois quem é que paga os mais altos aluguéis da cidade? Quem é que emprega milhares de pessoas com carteira registrada? Quem é que gera recursos com pagamento de impostos Municipais, Estaduais e Federais? Quem é que tem que emitir nota fiscal e dar garantia dos produtos? Quem é que é cobrado pelo Procon? Quem é que paga IPTU e Taxa de Lixo? Quem é que paga água e luz? Gente! Temos que ser realistas e saber diferenciar o ambulante… Aquele que vende seu produtos em carrinhos de lanches e está devidamente autorizado pelo município. Parabéns Vereador Gerson Omar Dos Santos pela iniciativa de apresentar o futuro convênio e aos Chagas e o Mauricio Batalha Machado por ter entendido do que se tratava o assunto! Tenho certeza que o Prefeito vai realizar o convênio com a PM, pois nem era necessário passar pela Câmara mesmo, bastando emitir o decreto e pronto. Foi mais pela questão de respeito aos vereadores… E se continuar assim, dentro em breve, os comerciantes irão demitir e sair por aí vendendo pelas calçadas… O custo é praticamente zero mesmo… Entendam senhores vereadores que votaram contra! Produtos sem nota fiscal, de origem duvidosa e espalhados pelas calçadas são o foco desta ação em conjunto com a PM. Como os comerciantes possuem direitos e obrigações, os ambulantes também devem seguir este caminho…

  2. Os comerciantes clamam por mais fiscalização, a pouco comentei com os funcionários da nossa loja e uma pessoa argumentou, falou que foi feito também um concurso para fiscal do meio ambiente. Me pergunto por que o prefeito não colocou esse pessoal trabalhar ainda? Nunca vi um fiscal se quer desses pela cidade… Queremos mais fiscalização. De que lado o prefeito está: de quem arrecada tributos ou de quem apunhala os comerciantes? Os comerciantes que pagam os salários dos seus empregados estão à favor de mais fiscalização e vamos cobrar do prefeito colocar esse pessoal lá. Seja agora ou nas urnas, uma providência deverá ser tomada.

  3. Lamentável o que está acontecendo em Lages, temos ótimas lei no Brasil, mas os fora fora da lei não aceitam, só querem a baderna são contra tudo final de semana é bebados em botecos barulhentos e a polícia não pode fazer nada. Infelismente nosso país tá difícil,,mas acreditamos que logo logo teremos um Brasil de verdade..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here