Lages segue demitindo mais que contratando

2
524

Santa Catarina comemora bons números da empregabilidade no mês de agosto. Os dados do Caged foram divulgados nesta quinta-feira, 21, e indicam uma retomada na economia catarinense, levando em consideração a geração de empregos. Foram 6.130 vagas geradas no mês de agosto, número esse resultante da quantidade de admissões e demissões em todo o Estado. Somente Joinville, Blumenau e Chapecó contabilizaram, juntos, quase 2.500 empregos a mais em agosto que o número de demissões. Mas Lages, a nona economia do Estado, não acompanha essa reação.

NÚMEROS NEGATIVOS

A exemplo de maio, junho e julho, o mês de agosto também apresentou uma matemática ruim quando o assunto é geração de empregos em Lages. Foram fechadas 133 vagas. Em agosto foram 1.236 admissões e 1.369 demissões. A referência é apenas a empregos formais (com CTPS assinada).

O gráfico do Ministério do Trabalho aponta o comportamento do mercado de trabalho em Lages. Houve mais demissões que admissões no mês de agosto.


NA SERRA: OTACÍLIO COSTA,

CORREIA PINTO E S. JOAQUIM

Os dados do Caged apontam também a panorâmica das três maiores economias da Serra Catarinense depois de Lages. São Joaquim, por exemplo, registrou um número positivo de 85 vagas a mais, considerando demissões e admissões. Também foi positivo o mês de agosto para Correia Pinto com 27 vagas a mais geradas, considerando o número de desligamentos. E Otacílio Costa também registrou número positivo, com 11 vagas a mais geradas que aquelas que foram fechadas.

Município de Correia Pinto (foto) registrou mais empregos que demissões em agosto, tendência seguida por Otacílio Costa e São Joaquim

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Já repetimos incansavelmente isso, a política de Meirelles e Temer e do próprio regime neoliberal não é gerar empregos mas sim diminuir os encargos trabalhistas do empresariado, demitir mais, fazer a turma trabalhar mais e pagar menos e isso não se resolverá a curto prazo, só mudando a política neo liberal para a social democracia é Lula em 2018 e não adianta o orgulho do lageano defendendo o golpe porque todos sentirão o baque.

  2. A hora que o povo acordar vai dar um basta nisso tudo, chega de “ROUBALHEIRA” lugar dos atuais políticos é na cadeia.
    Aécio, Temer, Lula, Dilma, Alckmin, Renan, Sarney e tantos outros que estão por aí tem que ser banidos da vida pública.
    Vamos “supor” que o tal LULA e sua turma não tenham roubado nada, como pode uma pessoa dessa administrar um país do tamanho Brasil, que durante seus mandatos aconteceram inúmeros assaltos a Petrobrás e outros tantos desvios com obras superfaturadas em setores vitais, tudo isso comprovado e ele não viu nada, não sabe de nada, faça-me o favor.
    Na atual política não tem santinho, todos só pensam se dar bem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here