Que fim deu a rede de fibra óptica em Lages?

0
585

Empresário Roberto Amaral chega a ser alvo de brincadeiras dos mais próximo quando ele vem com as conversas de tecnologia. Porém, não tem como retirar de alguém que possui doutorado na área e vivência com novas tecnologias além das fronteiras lageanas, o mérito de querer ver a inovação fazendo parte do nosso cotidiano. Para Amaral, gestão se faz com tecnologia. Entende que o uso das inovações que internet disponibiliza significa redução de gastos e maior eficiência dos serviços, inclusive os públicos. Daí que soa estranho que o projeto de rede de fibra ótica prevista para Lages tenha, digamos assim, caído no esquecimento.

PARA TERMOS IDEIA…

A implantação de uma rede interligando escolas estaduais, municipais, universidades, postos de saúde e órgãos públicos, foi pensada quando Roberto Amaral era presidente do Ciasc. Ele deixou o órgão para tocar a campanha eleitoral do ano passado. Ivan Ranzolin, outro lageano, assumiu a tarefa de implantar a rede de fibra óptica. Blumenau está fazendo isso. Além da ajuda do Estado (via Ciasc), Blumenau aporta alguns milhões a mais. Lages não gastará um único centavo com a providência, visto que o governador Colombo teria destinado R$ 3 milhões para a implantação da rede.

E DAÍ…

O que está ocorrendo para que a rede não se instale é um grande mistério. Estaria Ivan Ranzolin desacelerando a ideia de instalar rede de fibra ótica na terra natal dele? Ou ele não tem nada a ver com isso e o nó é em outra ponta? Se houver resposta, essa é bem-vinda. Embora, mais que resposta, Lages merece a rede de fibra óptica interligando os quadrantes da paróquia. Afinal, lageano gosta de serviços com celeridade e eficiência. E a gente sabe que a fibra óptica pode ajudar nisso!

Amaral com Colombo nos tempos em que o empresário ainda era presidente do Ciasc. Ele pensou uma rede interligando órgãos públicos que colocaria Lages conectada. Colombo concordou e previu dinheiro para isso!

O cidadão que pode dizer o que está acontecendo (ou deixando de acontecer) é esse que está na prosa com Colombo, visto que o presidente do Ciasc é Ivan Ranzolin

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here