Lages: Pavimentações só depois de projetos

0
271

Administração de Lages aposta no deslanchar em termos de infraestrutura com a pavimentação – em 4 anos – de 76 ruas. Porém, o desafio inicia meio devagar. Talvez por falta de dinheiro, talvez por demora em perceber a necessidade de projeto para executar cada obra, somente agora será licitada a empresa que irá elaborar os estudos e projetos para as pavimentações.

SEQUÊNCIA

Depois dessa licitação, com a chegada de recursos, somados aos aportes municipais é que cada uma das 76 ruas será pavimentada. Se a licitação fosse lá no primeiro semestre, a empresa vencedora já estaria deitando o cabelo na elaboração dos projetos. “A prefeitura está investindo R$ 5 milhões somente com a elaboração de projetos de pavimentação, os quais serão financiados com recursos do Fundam”, confirma Ceron.

IMPORTÂNCIA DE PROJETOS

É inconteste que essa providência de projetos é fundamental. Prova é a ordem de serviços para a Rua Emílio Brun no bairro Guarujá. O projeto foi elaborado pela administração anterior com recursos aportados através de emendas da deputada Carmen e senador Berger. Tanto que no ato de início da obra, por causa da ausência da parlamentar, vereador Maurício Batalha (PPS) participou do ato.

Batalha assina como testemunha da ordem de serviços para pavimentação da via que é mais uma ligação da Rua 31 de Março em direção à BR-282


OUTRA OBRA COM PROJETO

Além da Rua Emílio Brun e da Avenida Nossa Senhora da Penha, ambas com projetos elaborados na administração anterior, outra rua, a Sempre Viva do bairro da Penha será pavimentada, conforme o prefeito Ceron. E a obra está sendo possível porque tem projeto e recursos através de emenda parlamentar da deputada Carmen Zonotto.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here