Lages sedia curso sobre Justiça Restaurativa

0
134

Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude em 2016 iniciou discussão a partir da Resolução do CNJ, que trata sobre a política nacional de Justiça Restaurativa no âmbito do Judiciário. Florianópolis foi à primeira cidade a receber o curso. Em Lages, o referido curso está acontecendo há alguns meses e capacita as pessoas.

FOCO DA SISTEMÁTICA

A Justiça Restaurativa consiste num conjunto ordenado e sistêmico de princípios, métodos, técnicas e atividades próprias que visa à conscientização sobre fatores relacionais, institucionais e sociais motivadores de conflitos e violência que geram danos concretos ou abstratos. Esses passam então a ser solucionados de modo estruturado, sempre que possível com a participação do ofensor, da vítima e seus familiares, além de representantes da comunidade e facilitadores restaurativos.

INICIATIVA DO JUIZ TAKASCHIMA

]O curso na Comarca de Lages está sendo ministrado pela consultora em Justiça Restaurativa e Direitos Humanos, Silvia Vieira, integrante como coordenadora de projetos do Laboratório de Convivência, órgão sediado no Rio de Janeiro. Teve ainda a iniciativa do juiz Alexandre Takaschima para que fosse disponibilizado para profissionais da Serra Catarinense.

Acil é palco do encontro daqueles que participam do curso que visa implementar a linha da chamada justiça restaurativa


Informações: Jornalista Marciano Correa

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here