Semasa e uma ação que vale mais que obra

0
321

Não considere isso um ode ao trabalho da Semasa porque não é um bicho de sete cabeças gerenciar essa secretaria para cumprir a tarefa de garantir tratamento e abastecimento da cidade. Inclusive porque a remuneração por tarifa garante recursos para tanto. Porém, é inconteste o significado de uma ação complementar em desenvolvimento. Trata-se da distribuição de 300 caixas d’água para famílias de baixa renda. Não me perguntem o critério para que esta ganhe e aquela não, mas quem reside nos bairros e passa a dispor da estrutura, pode considerar coisa do passado o problema de falta d’água no verão.

CAIXAS DOADAS

Secretário Jurandi Agostini (Semasa) aponta que houve um pedido à iniciativa privada. E a origem das doações é de empresas que têm esse compromisso social. “Considerando ainda que se fôssemos comprar enquanto poder público, o preço seria muito maior que aquele pago por empresas”, cita o Jura.

ENTREGA

Jurandi Agostini e o prefeito Ceron desceram o morro do Novo Milênio, um dos bairros carentes de Lages, para entregar algumas caixas. Ideia é que essas estruturas funcionem antes do verão. A Semasa, além do meio campo da doação, articula a instalação das caixas d’água que também têm certo custo, que o morador não conseguiria arcar.

As caixas estão sendo entregues e instaladas nos bairros onde se registrava maior ocorrência de falta d’água, sem qualquer custo ao morador, como nesse caso, no bairro Novo Milênio

Ceron tomando umas cuias na casa da dona Iolanda na prosa com o vereador Pedro Figueiredo na entrega das caixas d´água no registro feito pelo Pakinha

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here