Colégio Militar Lages: 490 alunos até 2020

1
1176

Na campanha que busca valorização do ensino em Santa Catarina, o Sinte (entidade que representa os profissionais da Educação do Estado), inclui um não à militarização do ensino. O Sinte visualiza na presença dos Colégios Militares que além de Floripa e Lages devem se estender a Joinville, Laguna e Blumenau, uma atuação não integra por profissionais representados pela entidade. Porém, há processo seletivo (inclusive um aberto) para a contratação de professores. E nada impede que esses tenham representação no Sinte.

Na campanha pelo não fechamento de escolas, na campanha que não está mais nas ruas, um dos itens pautados pelo Sinte é a militarização do ensino

 

ENQUANTO ISSO…

O número de estudantes do Colégio Militar de Lages deverá dobrar no ano que vem. Além dos 70 alunos que ingressarão na 6ª série, 2018 será marcado pelo início das atividades do ensino médio. Governador Colombo, que visitou o Colégio Militar de Lages em setembro, determinou o começo do ensino médio.

QUASE 500 ESTUDANTES EM 2020

Colégio Militar de Lages começou a funcionar em fevereiro do ano passado com alunos da 6ª série. À medida que estes alunos avançam novas turmas vão sendo criadas. Se o início do ensino médio se confirmar no ano que vem, em 2020 o colégio estará em plena capacidade, com 490 estudantes.

Deputado Gabriel Ribeiro, que esteve com a direção do Colégio Militar de Lages, disse que é o sucesso da unidade de Lages (um polo de Floripa) que está permitindo que outras cidades tenham esse modelo de ensino

ENSINO ‘MAIS PUXADO’

Diretor do Colégio Militar, polo de Lages, Alexandre Balduino relatou que os alunos, quando chegam ao Colégio Militar, estranham que há tarefas para fazer em casa todos os dias e que o ensino ‘é mais puxado’. Isso exige um período de adaptação, mas a escola dispõe de monitores que fazem este acompanhamento e a ponte entre a escola e as famílias. Porém, enfatiza, não há problema de indisciplina.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Vez que não coloquem políticos da política partidária no mando e no comando, agora, a coisa vai…
    >>> Com a provável e necessária intervenção Militar a partir de do dia 15/11, a situação, com certeza será com Ordem, Progresso, Deus, Pátria, Família e Liberdade.
    >>> No atual sistema do tal “fundão partidário”, onde ladrões e ladras, por debaixo dos panos nos deixam a ver navios, ninguém, pessoa bom caráter, aguenta mais…
    >>> Cadeia, devolução, intervenção é a solução.!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here