Lages: Contra quem disputamos os Jasc

1
281

Escolha uma modalidade, um local para assistir e venha fazer figa por Lages. Podemos até surpreender, embora nossas equipes sejam bem modestas, à exceção de uma ou outra modalidade. Lages disputa os Jasc nas seguintes chaves, na primeira fase:

Basquete masculino:

Chave B: Blumenau, Joaçaba e Lages

Bocha masculino:

Chave C: Caçador, Lages, Ipira e Agrolândia

Bolão 16 masculino:

Chave B: Blumenau, Indaial, Timbó e Lages

Bolão 23 masculino:

Chave A: Herval D’Oeste, Timbó e Lages

Bolão 23 feminino:

Chave C: Lages, Xanxerê, Rio Negrinho e São José

Futebol feminino:

Chave A: Lages. Chapecó, Tunápolis e Maravilha

Futsal masculino:

Chave D: Concórdia, Lages, Campos Novos e São F. do Sul

Futsal feminino:

Chave A: Lages, Brusque e Tubarão

Handebol masculino:

Chave C: Blumenau, Xanxerê, Lages, e Floripa.

Punhobol:

Chave A: Blumenau, B. Camboriú, Timbó e Lages

Tênis masculino:

Lages X Videira

Tênis feminino:

Lages X Blumenau

Voleibol masculino:

Chave D: Itajaí, Lages, Pinhalzinho e Joinville

Voleibol feminino:

Chave A: Chapecó, Brusque e Lages

Nilson Cruz, que comanda a FME e a equipe de Lages que coordena a participação da cidade nos Jasc porque uma coisa é organizar e a outra é ir para as quadras e demais espaços disputar as competições!

 

O GRINGO NO ESPORTE

Antes que alguém dê uma chimba apontando que Ceron não tem tanta afinidade com o esporte e que pega carona nos Jasc, o atual prefeito, mesmo antes da política, enquanto supermercadista, sempre esteve entreverado nas peleias esportivas. Duas imagens evidenciam isso…

Na década de 1990 com Élcio José ao microfone Ceron (direita) numa solenidade com o falecido Delfim de Pádua Peixoto (FCF)

E na década de 1980 com seus 30 e poucos anos, com o mano Dirceu, Pitota e Dadá Maravilha (o segundo em pé da esquerda para a direita). O Gringo está agachado ao lado do Pitota (de boné) com Dirceu Ceron ao seu lado.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Usávamos o tênis Toper naquela época, 81 ano em que viemos para a Capital degustar tainhas e camarão e como gaúchos e paulistas não voltamos mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here