Concessões: Fiesc quer prioridade em SC

0
353

O chamado setor produtivo catarinense, representando pela Fiesc, está uma pilha com o governo Temer. É que a concessão de rodovias federais pode trazer ao mundo um modal que leva a produção do Oeste para o Paraná e não aos portos catarinenses. O assunto levou o presidente Glauco Côrte a conversar com o Ministro Moreira Franco nesta semana. A Fiesc quer o mapa de concessão contemplando as rodovias catarinenses (280, 282 e 470).

PRIMEIRO EM SC

Para Glauco Côrte, caso o Governo Federal não reveja o traçado proposto que desloca o tráfego pelo Paraná, pelo menos que se acelere a concessão da BR-470:

“Em função do comprometimento da competitividade dos portos e da economia catarinense, pedimos que esse traçado seja reconsiderado, ou alternativamente, que seja priorizada a concessão da BR-470 (SC) em período anterior à concessão do eixo em questão”.

SILÊNCIO SOBRE A BR-282

Na informação da Fiesc sobre a pressão ao Ministro Moreira Franco, não consta inclusão do trecho Lages a Florianópolis da BR-282. Empresário Roberto Amaral já declarou que pretende uma audiência com representantes da Serra para tratar desse trecho. Pelo jeito é bom acelerar, do contrário sai a concessão de outros trechos e aqui seguirá estatal.

Côrte, falando em nome da Fiesc com Moreira Francisco, o braço direito de Temer, cobrando mudanças nos planos do Governo sobre criação de correr do Oeste Catarinense para os portos do Paraná

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here