Abertura Jasc: Tipo assim um espetáculo!

0
880

Suspense e angústia antecederam a abertura oficial dos Jogos Abertos. Suspense por conta daquilo que estava por ser apresentado e angústia diante da dúvida se haveria um bom público para acompanhar as apresentações. Tudo superado. Cerca de 4 mil pessoas integraram a festa de abertura, com direito a surpresas e emoção. Bem dentro daquilo que a organização se propôs: algo que evidenciasse o jeito lageano de bem receber, transmitindo emoção a aplauso coletivo.

A presença em cena de participantes com um jogo de luz marcou o início…

Aos poucos o palco foi sendo tomado. Éder Goulart entoando ‘não mexam com as gralhas que esse bicho é meu parente’ e uma sequência da apresentação empolgou o público!

Ao som de Canta Catarina, bailarinos pilchados entraram na quadra mostrando a cultura e a tradição típica lageana.

O Barbicacho Dança Show em cena num contraste bonito de ritmos!

Não faltaram as gralhas vestidas de branco e a sequência de bandeiras carregadas por crianças das escolas públicas da rede municipal de ensino de Lages. Ao todo eram 500 participando da abertura

A sequência do jogo de luzes deixou tudo ainda mais bonito depois da entrada de um coral de crianças no palco quando já estavam todas as delegações

Os hinos (Nacional, de Santa Catarina e de Lages) entoados com a participação do coral de crianças de escolas dos bairros da cidade foi algo absolutamente bonito e emocionante

Aqui o momento da apresentação do Hino de Santa Catarina. Presença dos estudantes da Escola Militar confirmaram o cuidado de utilizar a gente de Lages fazendo o espetáculo

Quem cuidou de todos os ensaios foi Mayra Ceron, cercando-se dos mínimos cuidados para que fosse uma apresentação que transmitisse emoção. Ela e a equipe conseguiram cumprir a missão!

Pelo telão, o público acompanhou a trajetória do fogo simbólico da Catedral até o Jones Minosso, pelas mãos de personalidades do esporte catarinense e brasileiro. A atleta olímpica lageana Andreia Santos entrou com a tocha no ginásio e acendeu a pira dos Jasc 2017, causando forte emoção no público.

Na plateia o prefeito Ceron não escondia a preocupação antes do início das apresentações…

E a sensação de alívio ao conferir junto com dona Salete que a simplicidade se transformou num recado bem claro do propósito lageano de bem receber a todos. Os convidados como o secretário Pavan, foram só elogios àquilo que presenciaram!

E a prova de fogo, quase no final, foi a série de discursos. Todos breves (Waguinho da Fesporte, Pavan e Ceron). Nesse tipo de evento sempre há o risco de uma vaia ou outra. Nada disso em Lages. Só aplauso.

Mais que reconhecimento às palavras, o contentamento foi pelo que se testemunhou na abertura.

Foi belo. Foi Lages!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here