BR-282: Passarelas terão sondagens de solo

1
111

Passado o feriado da Proclamação, a empresa Zanco Construtora, contratada pelo DNIT para elaboração dos projetos e posterior construção das passarelas de pedestres na BR-282, trecho urbano de Lages, dará início a sondagens nos locais onde serão implantadas as passarelas.

Área de engenharia da Zanco Construtora trabalha para finalizar projetos e iniciar as obras das passarelas para pedestres na travessia urbana

 

DENTRO DO CRONOGRAMA

Segundo o DNIT, de acordo com o cronograma a empresa está cumprindo o prazo para elaboração dos projetos e que estabelece, a partir da conclusão e aprovação dos mesmos, 360 dias para a conclusão das passarelas. O primeiro projeto básico foi analisado pelos técnicos do DNIT de Brasília que solicitaram algumas correções e sondagens complementares para verificação do tipo de solo em que serão assentadas as fundações das passarelas.

 

ENTREGA DE PROJETOS

No próximo dia 16, a empresa fará a entrega ao DNIT de mais dois projetos para análise já com as adaptações solicitadas pelo órgão. A Superintendência Regional do DNIT em Santa Catarina vem acompanhando todo o processo e estabeleceu a construção das passarelas na BR-282, em Lages, como obra prioritária para garantir a segurança aos usuários da rodovia, em especial aos pedestres.

Este será o local da passarela que interligará os bairros Frei Rogério e Passo Fundo

 

OBRAS DE R$ 5,7 MILHÕES

Ao todo serão construídas cinco passarelas de pedestres na BR-282, trecho urbano da cidade de Lages, no valor total de R$ 5.729.000,00. As passarelas serão distribuídas ao longo da travessia urbana de Lages da seguinte forma: São cinco passarelas, sendo quatro na área urbana e uma quinta ligando os dois lados do distrito de Índios

EM TEMPO

As obras das passarelas estão sendo viabilizadas a partir de uma emenda parlamentar da deputada Carmen Zanotto.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E no km 224 na entrada do Santa Mônica? Por falar em Santa Mônica Edson, pelo que vi, a Arteris vai desapropriar muita gente próximo a rótula da 282 com 116 e como se sabe, nessa área muita gente mora na chamada ‘área verde’ essas pessoas serão indenizadas, realocadas ou simplesmente expulsas?
    Então, agora sobre as passarelas, penso que já poderíamos estar usando elas mas, ainda não saiu do papel. Será por Burocracia ou BuRRocracia; vejamos, em Florianópolis vi uma passarela em que sobe a escada, atravessa e desse a escada. Simples e útil. Já aqui, vi o projeto uma vez ( não sei se é o mesmo agora) mas de um lado, tinha uma praça, aí sobe uma escada em caracol, atravessa, desce por outra escada caracol e sai em uma quadra de esportes (Estilo Europa ). Isso me parece BuRRocracia. Estou sendo muito crítico ou nossa Lages está perdendo importantes obras por ser uma cidade que se acha de 1° mundo, mesmo sabendo que nossa realidade é outra?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here