Seis mandatos: Morre ex-deputado lageano

3
621

Morreu o lageano Laerte Ramos Vieira, advogado que foi Deputado Estadual por duas legislaturas e Federal durante 16 anos.

DE QUEM SE TRATA

Nascido em março de 1925, contando 92 anos de vida, Laerte Ramos Vieira foi Deputado Estadual por dois mandatos entre 1955 e 1963. Depois, como titular e suplente, ele atuou como Deputado Federal a partir de 1963, tendo integrado a Câmara em Brasília no período nebuloso da ditadura militar, deixando o Congresso Nacional apenas no ano de 1979.

Na história, Laerte Ramos Vieira também foi vereador em Lages, Secretário de Estado da Fazenda e ainda candidato a Vice-Governador de Santa Catarina pela UDN na década de 1960

Uma imagem mais recente da página Genealogia Serrana: Dona Juçá Therezinha Ribeiro e Laerte Ramos Vieira. Ele faleceu aos 92 anos

 

PAI DO PRESIDENTE

DA SC PARCERIAS

Laerte Ramos Vieira era pai do atual presidente da SC Parcerias, o engenheiro Gabriel Ribeiro Vieira.

Aqui o engenheiro Gabriel Ribeiro Vieira, quando da posse na SC Par no lugar de Costinha, cujo pai, Laerte Ramos Vieira foi uma das mais expressivas lideranças políticas de Lages

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O meu pai, o decano da imprensa escrita lageana, o maior jornalista de Lages, o maior cronista social e histórico de Lages, nosso maior escritor vivo de Lages, com certeza deve ter conhecido Laerte. Laerte nos prova que currículo não se leva para o cachão.

  2. Grande e idôneo político. Foi líder Nacional do antigo MDB na câmara dos deputados. Orgulhou a classe política Lageana. Não era meu companheiro de partido; mas era merecedor do respeito de todos os homens públicos. Meus pêsames aos familiares.

  3. Não me recordo se o Laerte Ramos enquanto político aprovou algum projeto de relevância… Se alguém soiber e quiser postar ficarei grato… Mas me recordo dos seus veementes e inteligentes discursos… Poucos oradores tinham a sua capacidade e brilhantismo…

    Neste aspecto os políticos de hoje deixam muito a desejar… falam e escrevem bobagens e delírios com uma frequência muito maior do que o suportável…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here