Empregos: Índice negativo em Otacílio Costa

0
2115

O ano não tem sido muito favorável à geração de empregos na segunda maior economia da Serra Catarinense. Otacílio Costa amarga uma realidade indesejável nesse quesito. No cômputo dos 10 primeiros meses, há um somatório negativo de 46 vagas fechadas no município, considerando a diferença entre admissões e desligamentos nos diversos setores da economia. O último dado negativo foi em outubro, na divulgação ocorrida nesta segunda-feira, 20, onde se confirmou o fechamento de 10 vagas de trabalho.

Otacílio Costa com comércio forte e setor econômico consolidado. Mas nem isso impediu os dados negativos na geração de empregos

CORREIA PINTO POSITIVO

Se o argumento dos dados negativos de Otacílio Costa estiver ligado ao setor papeleiro, onde funciona no município uma unidade da Klabin, isso não prospera. É que Correia Pinto, onde também há unidade da Klabin, o índice dos 10 meses de 2017 é positivo. São 109 vagas a mais geradas, em relação à quantidade de demissões. Somente em outubro, enquanto Otacílio Costa fechou 10 vagas, o município de Correia Pinto abriu mais 21 oportunidade de trabalho que foram preenchidas

Contraste entre Otacílio Costa do prefeito Tio Ligas no vermelho em termos de geração de empregos e Correia Pinto, do vice prefeito Casemiro de Liz, contabilizando dados positivos em 2017

CONTRASTE COM SÃO JOAQUIM

Se a economia de Otacílio Costa vive essa inconstância, em termos de geração de empregos, o mesmo não pode ser dito de São Joaquim. O município que aposta na fruticultura e na produção e comercialização de vinhos só tem dados positivos. Todos os meses do segundo semestre São Joaquim tem mais gente sendo empregada que demitida.

OS DADOS DE SÃO QUINCAS

São 102 vagas a mais em julho, outras 85 em agosto, mais 65 em setembro e no mês de outubro São Joaquim disparou, sendo o município que mais gerou empregos na Serra Catarinense: 228. Na média dos 10 primeiros meses de 2017 são 592 vagas a mais preenchidas, que o número de demissões.

São Joaquim liderou em outubro a geração de empregos na Serra Catarinense com 228 vagas a mais geradas em relação às demissões ocorridas nos diversos setores

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here