Paço bloqueia comentários de João Cardoso

4
996

Advogado João Cardoso é o primeiro suplente do PP na Câmara de Vereadores de Lages. Se Lucas Neves ou Luiz Marin obtiverem êxito na corrida eleitoral do ano que vem, elegendo-se um deles a deputado (talvez os dois), Cardoso assume no legislativo. E o suplente tem voz atividade, firme e sem meias palavras sobre as coisas do pago e do Paço. Tanto que foi para a rede social reclamar que a Secretaria de Obras de Lages está bloqueando seus comentários na página da estrutura pública:

“Vergonhosamente a Secretaria de Obras bloqueou os comentários feitos nas duas postagens e que tenham posição contrária ao que está publicado. Só permanece na página os comentários que elogiem a administração. Sem dúvida, estão com medo da verdade (…). Até nessas pequenas coisas a administração procura esconder da população a verdade dos fatos (…). Esta é uma atitude covarde”.

Imagem de arquivo de João Cardoso, que tem feito alguns contrapontos sobre as questões políticas paroquianas e além fronteira de Lages. Ele é o primeiro suplente do PP, mas não está alinhado à postura do partido no Paço

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Comentários ofensivos devem ser bloqueados. É um controle normal. Protege inclusive o ofensor, que na sua ignorância digital acredita que rede social é terra de ninguém. Direito a crítica não se confunde com licença para injúria, calunia e difamação.

    • Me diz ai José: o que é ofensivo para você será também obrigatoriamente ofensivo a mim??? A subjetividade desta questão é tão ampla que jamais deveria ser utilizada para justificar isso que você chama de “controle normal”, e que para mim chama-se censura. Não divulgar palavras de baixo calão, vulgares, ou que atentem á honra de alguém, é ate compreensível.

      Eu e o João militamos em campos políticos bem opostos… e provavelmente a gente nunca venha a se entender em nossas ideologias. Mas defenderei até a morte o direito do João manifestar os seus pensamentos. Tenho certeza que o João não usaria palavras de baixo calão, ou vulgares, ou que atentassem á honra de alguém.

  2. Tempos modernos após o golpe, a censura para quem não está afinado conosco, isso é horrível, paralisa debates e só da razão a quem faz a censura para alguns grupos isso é ótimo.

  3. Quero deixar claro , para os que não me conhecem; que sou um homem experimentado na vida pública. Fui vice prefeito, duas vezes vereador, supervisor do governo, duas vezes secretário de Estado, juiz do Tribunal Regional do Trabalho, por seis anos com quase quatorze mil acórdão publicado. Tenho formação intelectual; sou formado em pedagogia e pós graduado na área da educação, formado em direito a vinte e dois anos e sou advogado militante. Alguém tem dúvidas de que eu não tenha responsabilidade pelo que falar? Ou que não saiba fazer uma análise crítica com responsabilidade? O que temem, é o que eu vou dizer, pois sabem que nunca aceitei cabresto, nem tão pouco deixei de expressar o que penso. Ninguém precisa me policiar. Tenho quase setenta e dois anos, sou muito responsável pelos meus atos e palavras. Se eu ultrapassar os limites; me processem. A justiça existe para garantir a quem se sentir ofendido o seu direito de defesa. O que não costumo fazer é ficar em cima do muro, ou passar panos quentes sobre qualquer situação que eu entenda que devo me manifestar ou denunciar. Nunca me calei diante de uma situação que entenda não ser correta e ninguém irá me fazer calar. Se me bloquearem em um sistema de comunicação, usarei outro possível. Se até hoje fui assim, não será agora que irei mudar meu comportamento ou minha personalidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here