Tecnologia: Teor do convênio com o Órion

1
141

Contribuir para a evolução da escala do desenvolvimento das chamadas startups (empresas de Tecnologia da Inovação) incubadas no Parque Órion.

Com esse propósito foi assinado o Protocolo de Intenções em que a empresa Spin Exponential Business, Governo do Estado, Órion Parque e Prefeitura firmam parceria para que as empresas de Lages possam alçar voos mais prósperos em seus negócios a partir do impulso de uma especialista com amplo know-how.

Os donos da Spin com o secretário Chiodini acompanharam a assinatura do convênio com o prefeito Ceron e o presidente do Instituto Órion, Roberto Amaral. Não aparece no registro, mas foi um dos principais articuladores desse convênio o diretor da SDS, Juliano Chiodelli.

 

O QUE É A SPIN?

A Spin Exponential Business, uma das primeiras aceleradoras do Brasil, é vocacionada na indústria, está sediada em Jaraguá do Sul e garimpa talentos de negócios em todo o país. O termo assinado busca ajudar as startups de Lages e região para que sejam eventualmente selecionadas aos ciclos de aceleração da Spin e estejam mais próximas das indústrias da região ou de outros polos, bem como de investidores.

EMPRESAS DE LAGES

As propostas de inovação de oito empresas foram conhecidas com enfoque em biotecnologia, mineração, indústria, silvicultura, logística, segurança do trabalho, agronegócio, segmento florestal e clouding. São as seguintes: Mais Soluções, Ilergic, Scienco Biotecnologia, Sul Florestas, Quiron, Softecsul Tecnologia, Platon Tecnologia em Nuvem e Melhore Consultoria.

PALAVRAS DO SECRETÁRIO CHIODINI

“Lages é a 3ª cidade do Estado a ter programas inscritos no Sinapse da Inovação. Partimos de 30, 40 projetos, para 130. O governador Colombo autorizou as tratativas e o projeto da Fapesc já está aprovado. Consiste em recursos de projeto de um ano para o Órion se manter aberto para fomentar novas ideias.”

VANTAGENS ÀS SELECIONADAS

No caso de selecionadas, as startups de Lages receberão suporte de aceleração durante o período de 12 semanas, com direito a reuniões de orientação, atuação de coaching e metodologia de aceleração. “Nós buscamos startups de todas as localidades do Brasil e este primeiro convênio com o Centro de Inovação, começando por Lages, busca justamente startups que possam receber investimentos e ganhar escala”, explica o Chief Executive Officer (CEO) da aceleradora, Benyamin Fard.

Benyamin Fard e seu sócio da Spin Exponential Business com o presidente do Instituto Órion, Roberto Amaral e um encaminhamento promissor para a tecnologia da informação fomentada no Centro Tecnológico de Lages

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Em Florianópolis existem filas de empresas nas incubadoras para serem disponibilizados espaços, aqui ainda patinamos nos projetos é lógico que não somos uma capital com atrativos, como praias e mulheres bonitas e a maior parte das empresas paulistas pagam para virem para cá. Qual o nosso atrativo para darmos para eles, quase nada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here