Histórico ou estorvo? O Aristiliano no chão

5
1002

Se sexta-feira passada o foco no Centro em Lages foi por causa do episódio que resultado na morte de um motorista que invadiu os calçadões atropelando pessoas e causando pânico na cidade, neste sexta os olhares e os ouvidos focam na demolição do prédio do antigo colégio Aristiliano Ramos. Máquinas estão desde as primeiras horas colocando tudo no chão.

Essa imagem o advogado João Carlos Matias tirou ali do Edifício Centenário de onde é possível testemunhar a ritualística da demolição…

Esse outro registro é do Marcelo Pakinha lá dentro do entrevero demolitório com a máquina pinchando as paredes do velho colégio no chão!

Pakinha compartilhou essa imagem do prefeito Ceron conferindo in loco a demolição. É uma imagem que vai ser lembrada por muito tempo por aqueles que não queriam ver o colégio no chão. Mas é do jogo!

COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Histórico??? Analiso… analiso… analiso… e concluo, com um certo vazio e decepção… Lageanos sentem vergonha do que são… e consequentemente precisam aniquilar com tudo o que possa se traduzir como lembrança ou memória… até o passado glorioso dos Ramos perdeu todo o sentido para esse nosso povo desmemoriado e sem identidade… as imagens dos escombros desta obra é também a imagem de um povo que se auto condena a mediocridade… A cidade terá ali um espaço tão vazio quanto a sua cultura…

    “Um povo sem memória é um povo sem história. E um povo sem história está fadado a cometer, no presente e no futuro, os mesmos erros do passado.”
    Emília Viotti da Costa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here