Exemplo: Correia Pinto regulariza imóveis

0
510

Lages iniciou esse procedimento no começo do ano. É para abranger bairros como Gralha Azul, Cristal, entre outros, mas não há notícias sobre o andamento. O município de Correia Pinto, no entanto, fez uma ação com começo, meio e fim, em relação à regularização fundiária. Trabalho que serve de modelo inclusive para Lages. Trata-se da regularização de imóveis para 40 famílias do bairro Nossa Senhora do Rosário (Cohab II).

HISTÓRICO

O bairro Cohab II foi criado quando Oliveira Pires Burq era prefeito e o atual prefeito, Celso Rogério Alves Ribeiro era seu vice. Agora, como chefe de gabinete de Celso Rogério, Oliveira acompanhou os encaminhamentos dados pela administração. Ele mesmo se sente realizado pelo trabalho da equipe. Foram 6 meses de trabalho, superando entraves burocráticos normais e se buscando a documentação para regularizar as 40 moradias.

Oliveira aqui com a esposa, dona Cecília (e o secretário João Alberto): Cohab foi criada quando ele era prefeito em Correia Pinto

TABELIONATO E REGISTRO DE IMÓVEIS

Após serem concluídas as formalidades, os documentos deram entrada no Tabelionato da Comarca de Correia Pinto, através de Bruno Cysne, que cuidou da elaboração das escrituras. Depois, os documentos foram para o Registro de Imóveis, sob o comando do oficial Endrigo Wilson Cenzi. Todo o trâmite foi atendido e as escrituras devidamente registradas concluídas.

DE FATO E DE DIREITO

“Temos que parabenizar a nossa equipe, os profissionais do Tabelionato e do Registro de Imóveis. Foi esse esforço conjunto que permitiu a Correia Pinto ser pioneiro na nossa região nessa providência. As 40 famílias são donas de fato e de direito de seus imóveis, com tudo documentado”, confirma o prefeito Celso Rogério que, como advogado, sabe que é necessário cumprir uma série de requisitos para se chegar à conclusão da regularização fundiária.

Prefeito Celso Rogério dividiu com a equipe o êxito de uma providência inédita na Serra

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here