Hang: Facinho, mas sem caminho político

0
552

Interlocutores de pré-candidatos que estão no trecho para disputar a eleição ao Governo de Santa Catarina de 7 de outubro ficaram de antena ligada nas declarações não declaradas do declarante Luciano Hang. O empresário que é dono da rede de lojas Havan chamou coletiva depois de se desfiliar do PMDB. Todos esperavam que Hang declarasse que concorreria ao Governo por este ou aquele partido. Mas que nada. Não houve anúncio de disputa, ficando o dito pelo não dito. Por enquanto!

INTERPRETANDO HANG

Luciano Hang quer concorrer ao Governo do Estado. Mas não quer se lançar. Quer ser lançado. Ocorre que as principais siglas onde se poderia fazer um projeto viável estão ocupadas. Sainte do PMDB, não tem como vê-lo no PSD (onde já tem Merísio), no PP (que está de compromisso firmado), PSDB (cuja bala na agulha é para ser disparada por Bauer) ou PR que tem o pré ‘querente’ Jorginho Mello.

E…

Como não se vê hipótese de Luciano Hang embarcar no PT (da linha dos partidos grandes), restaria, no máximo, um DEM. Porém, sem uma ampla coligação, entraria quase mudo numa campanha eleitoral. Logo, Hang se apresenta como interessado em contribuir. Porém, não há partido daqueles com potencial (estrutura, militância, horário eleitoral e tradição) para ele disputar. E sair candidato por uma sigla nanica seria suicídio eleitoral.

LOGO

A coletiva da manhã de sexta-feira, que escutamos em detalhes, deixa claro que o empresário acena que está ‘facinho’ para ser convidado para a dança eleitoral. Não anunciou onde se filiaria e se disputaria. Isso porque está tudo congestionado e sem espaço para um novo líder num grande partido. Pelo ouvido, resta apostar naquelas palavras ditas em Lages de que, ele ajuda mais os catarinenses como empresário e não como candidato. Mas para quem se tornou uma referência no empreendedorismo, nada é totalmente impossível.

Hang com Ceron, o prefeito interino de Lages Juliano Polese e o secretário deputado e ex-governador Pavan num registro de dois meses atrás. Na oportunidade o dono da Havan disse que não concorreria a governador. Mas neste 5 de janeiro, Luciano Hang não deixou nada claro sobre disputar ou testemunhar o processo eleitoral. Sua postura aponta, no entanto, que é, no mínimo, um bom cabo eleitoral. E não no PMDB de onde se desfiliou!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here