Trânsito: ‘Pistolas’ ajudam educar motoristas

0
882

Nenhum motorista lageano. Absolutamente nenhum condutor de veículo que utiliza as veredas da paróquia e se submete ao limite de velocidade imposto pela sinalização tem com o que se preocupar. Mas aos apressadinhos a notícia pode não ser tão boa assim.

QUAL NOTÍCIA?

Pelo menos 5 pistolas que medem excesso de velocidade, devidamente calibradas atendendo ao CTB, reforçam o trabalho dos agentes de trânsito. O Executivo de Trânsito, Jacinto Bet, aponta que haverá comunicação sobre a operacionalização, mas sem citar locais, naturalmente.

MOTORISTA ABUSA

Os atuais redutores eletrônicos mesmo sem apontar no LED a velocidade dos veículos, registram a quantos quilômetros o vivente passa pelos sensores. Situação que evidencia que, mesmo havendo o limite estipulado ali na placa (com ou sem redutor funcionando), há motoristas que ignoram a limitação determinada.

Esse redutor na Rua Humberto de Campos, por exemplo, tem sua razão para estar ali. Adiante há uma travessia de alunos, inclusive com faixa de pedestres. Daí a razão do dispositivo.

OS REDUTORES ESTÃO

FUNCIONANDO OU NÃO?

Que diferença faz a você? Se a placa diz que é 40 km/h mantenha esse limite e não se preocupe com o funcionamento das geringonças. Até porque, mesmo se não funcionar, isso é temporário. De uma hora para outra se supera a burocracia e se retoma a medição. Na dúvida, portanto, atenda o limite de velocidade.

VOCÊ SABIA QUE…

Se há uma placa de 40 km/h e você passar a mais de 67 km/h no local a multa é de R$ 880,00 com suspensão da CNH? Se você pensa que o motorista lageano anda devagar, saiba que há casos onde se registra veículos trafegando em avenidas da paróquia a mais de 120 km/h onde o limite é 60 km/h.

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here