SC-114: Aditivo permitirá volta das obras

1
280

Colocando um centímetro a mais de concreto ao longo daqueles quase 30 quilômetros que separam a BR-282 de Otacílio Costa, o Consórcio SBS/Dalba viu a necessidade de um aditivo na ordem de 11% para fazer frente o chamado equilíbrio financeiro do contrato de licitação. Daí que entre o querer e o referido percentual ir para o papel e receber a autorização legal, lá se vai algum tempo. Razão que levou ao desligar de máquinas na obra de revitalização da SC-114.

E AGORA O QUE OCORRE?

Através do secretário João Alberto Duarte (ADR Lages) trocamos dois dedos de prosa com o presidente do Deinfra, Vanderlei Agostini. Segundo ele, a burocracia de se viabilizar o aditivo criou angustia na comunidade de que as obras paralisariam indefinidamente. “Mas pode informar que estamos superando essa etapa e nos primeiros dias de fevereiro, com o aditivo aprovado, as obras se intensificam até o término de todo o trecho”.

Imagem de arquivo de um dos despachos do presidente do Deinfra, Vanderlei Agostini, com prefeito (Tio Ligas) e vice (Pindaco) de Otacílio Costa. Na pauta, naturalmente, a obra de revitalização da estrada Lages a Otacílio

E AS OUTRAS RODOVIAS DA SERRA?

De acordo com Vanderlei Agostini, as obras rodoviárias em outros pontos da Serra Catarinense estão com ritmo mais lento por circunstância diferente. “Em Anita Garibaldi está sendo retomado dentro da normalidade. Ali não houve troca de empresa, mas da titularidade daquela que venceu o certame licitatório e que tocava as obras. A SC-120 também retoma o ritmo depois desse período de recesso”. O presidente do Deinfra apenas não conseguiu precisar o que acontece com a obra Lages a Painel, que está tudo parado.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Por estas e outras que a corrupção continua em alta no Brasil. Quando foi feita a Licitação para tocar a obra, a Empresa ganhadora deve ter baixado o preço, para ganhar tal Licitação, mas já com o pensamento de pedir um Aditivo. E que arma usa ? A paralisação de tal obra. Devia-se encerrar o Contrato com tal Empresa e chamar a segunda colocada para concluir a obra e a Empresa ser excluída de participar de outras Licitações. Isso é uma safadeza corriqueira no Brasil inteiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here