Câmara de Lages: Toma aqui seus 170 reais!

0
411

Os cálculos ainda estão sendo feitos. Matemáticos estão sendo mobilizados para a tarefa. Há um pedido à Casa da Moeda para aumentar a tiragem de notas de 50 reais para a virada do mês. Somente hoje se terá ideia das mudanças no mercado financeiro por conta da medida adotada. As bolsas asiáticas abriram os pregões sem alterações, por enquanto. Talvez porque iniciaram os trabalhos antes do Jornal da Clube FM que foi o primeiro a noticiar o fato.

QUE FATO?

Vereadores de Lages fizeram uma sessão relâmpago na noite de terça-feira. Teria durado 17 minutos. O objetivo foi a reposição salarial para eles mesmos. Houve trairagem entre os membros da Casa Legislativa. Alguns iriam votar favoráveis para que os colegas não ardessem sozinhos no mármore do inferno da opinião pública. Mas que nada. Na hora do SIMMM roeram a corda e voltaram atrás. Votaram contra porque sabiam que a reposição seria aprovada.

OBSERVE QUE…

Não se trata de reajuste de salário. É apenas a reposição da inflação de 2017 que corroeu os R$ 8.470,00 que os vereadores recebem em Lages. O preço elevado da paçoca de pinhão, quentão e vergamota teria contribuído para desvalorizar o salário dos membros do parlamento da paróquia. Um dos vereadores ao justificar a reposição, apontou:

– Não é que eu queira, mas a CASA EXEJE!

Retrato da segunda-feira, 05, do legislativo lageânico com decisão de auto-reposição salarial na sessão relâmpago de terça-feira, 06.

COMO VOTARAM OS VEREADORES

Foram contra a reposição a vereadora Aida Hoffer, Lucas Neves, Bruno Hartmann, Jair Júnior, Bugre Freitas e Amarildo Farias. Não votou porque é presidente Luiz Marin e disseram sim à reposição os vereadores Jean Pierre, Ivanildo Ribeiro, Pedro Figueiredo, João Maria, Maurício Batalha, Vone, Gerson e Moro. Vereador Thiago de Oliveira não participou da votação.

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here