PSD e PP: Primeiro escalão sai com Colombo

0
437

Parece que a prisão do deputado João Rodrigues sepultou aquela ideia que estava se fortalecendo de uma certa resistência do PSD no Governo do Estado de olho numa eventual composição com o próprio MDB. A conversa do governador Colombo com a bancada que lhe dá sustentação na Assembleia Legislativa bateu martelo: Dia 7 de abril não fica ninguém no governo com Pinho Moreira. Além do PSD, saem aqueles do PP que também estão alinhados no atual governo.

ABRANGÊNCIA

A decisão do desembarque abrange o chamado primeiro escalão do atual Governo do Estado. Significa que nenhum secretário indicado e/ou ligado ao PSD e PP segue no cargo. Como titulares das ADRs equivalem a primeiro escalão, esses também se desligarão das funções dentro de 50 dias. Essa postura do PSD evidencia que a corrente liderada pelo pré-candidato Gelson Merísio é predominante e o poder será entregue mesmo ao MDB sem participação como coadjuvante.

Colombo e Merísio sintonizados na decisão de deixar o governo para o MDB e apostar num projeto próprio do PSD na eleição de outubro. Embora, naturalmente, muita coisa acontecerá até o amarramento das coligações.

ESCRITÓRIO DO

PROJETO DE COLOMBO

Com esses desembarques do Governo do Estado, um time está sendo montado para pensar o projeto de Colombo ao Senado. Um escritório deverá concentrar um pequeno time responsável por monitorar informações e questões relacionadas à caminhada. Nelson Serpa, Lauro Prunner e Joaquim Lemos devem estar a frente dessa estrutura em Florianópolis, após o desembarque em abril

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here