Inter depende de si para seguir na Série A

0
376

Os catarinenses conheceram o primeiro time rebaixado para a Série B. O Concórdia perdeu para o Hercílio Luz e está matematicamente mergulhado no mármore do inferno da Segundona. A segunda vaga ficou para ser definida no domingo. Trata-se de uma briga feita onde três equipes têm chances de deixar a Série A.

A MATEMÁTICA DA ÚLTIMA RODADA

O Inter é o que corre maior risco (joga fora de casa num confronto direto para sobreviver). Depois o próprio Hercílio que também joga fora de casa contra o Criciúma. Se vencer está salvo, mas pode se salvar até perdendo, caso o Inter não vença o Brusque. A situação mais cômoda, mas não tão confortável é do Brusque. Um empate com o Inter garante o time na Série A, independente de outro resultado.

A TABELA DOS DESESPERADOS

Todos os candidatos à queda têm 4 vitórias. Brusque tem 19 pontos, Hercílio 17 e Inter 16. Se o Inter vencer o Brusque vai a 19, mas sobrevive pelo número de vitórias. Se Brusque e Inter empatarem, a vaga da queda seria do Hercílio Luz somente se o time perdesse por mais de 3 gols de diferença para o Criciúma.

OU SEJA

O Internacional tem uma chance clara de seguir na Série A: vencer o Brusque no domingo, às 16 horas no estádio Augusto Bauer. Essa situação desesperadora foi causada pelo próprio time.

Nilton Wolff registrou esse lance de Inter e Tubarão, cuja vitória magra (1 a 0) manteve o time lageano ainda vivo no Campeonato Catarinense de 2018

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here