Merísio: Sobre Amin, PSDB, MDB e Garcia

0
541

Ao lado da colega Olivete Salmória conversamos com o pré-candidato a Governador de Santa Catarina pelo PSD, deputado Merísio. Alguns assuntos da prosa:

PROJETO AMPLO

Segundo Merísio, 10 siglas já estão alinhadas ao projeto para uma ampla coligação. Aponta que não se trata de uma pretensão pessoal, mas resultado de uma construção para fortalecer e agigantar o próprio PSD.

MERÍSIO VERSUS GARCIA

“O nome é partido. Se houvesse unanimidade seria inteiro. Nessa fase pessoas pensam de forma diferente (…). Eu faço minha parte e respeito muito quem pensa diferente”.

RESISTE AO FOGO AMIGO?

“O Júlio (Garcia) é um candidato a deputado como os outros 32 que nós temos. Tem que ser respeitado na mesma proporção e no mesmo tamanho. Quem vai definir o rumo do partido é primeiramente prefeitos, vereadores, nossos integrantes e depois os aliados porque não se faz uma eleição com um partido só”.

Jornalista Tarcísio Poglia registrou o encontro de Júlio Garcia e Merísio, que andaram fazendo declarações não cordiais um em relação ao outro dentro do PSD, tendo o deputado Gabriel Ribeiro por testemunha.

DEFESA A JOÃO RODRIGUES

Deputado Merísio respondeu à jornalista Olivete Salmória sobre a postura de liderança dentro do PSD que o deputado João Rodrigues segue mantendo:

“É um filiado. Tem uma situação que não está definida. Há um instrumento regimental que vai ser julgado provavelmente o mês que vem e acredito muito que ele terá a prescrição reconhecida porque é justo. Eu confio na sua inocência porque o relator do processo entendeu dessa forma, com a profundidade dos estudos. E isso acontecendo ele é nosso candidato a Deputado Federal. E nessa condição tem influência dentro do partido”.

PSD FORA DO PRIMEIRO ESCALÃO

DO GOVERNO DE PINHO MOREIRA

“Tomamos uma decisão política, como fizemos em 2010. Os cargos de primeiro escalão deveriam até ontem ser exonerados a pedido ou voluntariamente. Aqueles que entenderem que não devem fazê-lo, na segunda-feira vamos suspender suas filiações, sem nenhuma retaliação, enquanto exercerem essas funções. É um direito que eles têm. O posicionamento político é de que desde ontem o PSD está fora do governo”.

SOBRE JOÃO ALBERTO (ADR LAGES)

“Se ele entender que por alguma questão operacional tenha que continuar, não tem problema algum. Mas na segunda-feira terá sua filiação no PSD suspensa no período em que estiver exercendo a função, numa forma de mostrar claramente nosso posicionamento político em relação o governo”.

AMIN COMO ALTERNATIVA

“Não pode haver vontade única de um partido ou de uma pessoa. Tem que ser construída uma aliança que torne o projeto viável, sem tolher aliados. Então isso é legitimo. Isso terá desdobramento lá no começo de agosto. E o Esperidião (Amin) pode ser sim uma alternativa. Não há motivo que impeça isso”.

PSDB É ‘SONHO DE CONSUMO’?

“Não é sonho de consumo sinceramente, é uma possibilidade, mas não é algo a se perseguir de todas as formas. Se puderem estar conosco é uma aliança maior. Se entenderem pelo caminho de uma candidatura própria nós temos o segundo turno”.

E O MDB?

“Esse será nosso adversário com a mais absoluta certeza”.

Amin e Júlio Garcia na conversa ao pé do ouvido durante evento do PSD em Lages

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here