Aeroporto segue usado para ‘outras coisas’

6
370

Adentramos ao mês de abril e o Aeroporto Regional do Planalto Serrano – ali na localidade de Águas Sulforosas em Correia Pinto – segue sem a destinação prevista. Há um encaminhamento positivo com a Infraero, mas pousos e decolagens é coisa que parece longe da realidade na estrutura. Enquanto isso, o jeito é aproveitar a pista construída na época do Governo Lula para treinamento.

Nesse registro bem bacana, destaque para o treinamento tático com motocicletas para policiais militares do segmento de motos (Rocam). 30 PMs de Lages, Florianópolis, Jaraguá do Sul, Itajaí, Blumenau, São José, Chapecó e Concórdia receberam instruções táticas de policiamento em motocicleta com o major Maurício Gonçalves Viríssimo. Trabalho foi na sede e imediações do batalhão da PM e também no Aeroporto de Correia Pinto.

ROCAM

Segundo as informações da PM, a Rocam tem como missão apoiar unidades Policiais Militares de área nas atividades de policiamento ostensivo, principalmente em áreas com maiores índices de criminalidade, além de atividades de operações de Polícia Militar de Choque e escoltas motorizadas.

 

CONSTRUTORA TERRA: OPÇÕES DE IMÓVEIS

NA PLANTA (EM FASE DE CONSTRUÇÃO)

Residencial Mariah é uma dessas opções na Avenida Papa João XXIII, próximo ao Centro de Lages. Para outro perfil de cliente, também há o Residencial Centenário, com obras bastante adiantadas!

Imagem da obra em construção do Residencial Centenário. Maiores informações acesse o portal da Terra Engenharia e conheça outras opções de imóveis com a qualidade que você procura!

COMPARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite Edson, com a operação da Azul em Lages, mostrou-se que, a principal ideia da construção deste aeroporto a uma distancia de aproximadamente 25km do centro de Lages/SC, é completamente fora de realidade, uma vez que nenhuma vez algum avião deixou de pousar ou decolar por causa do vento de través, assim sendo temos um bom aeroporto localizado dentro da parte urbana, com 1530 metros de pista. Notoriamente com muito menos da metade gasto no de Correia Pinto poderíamos ter modernizado este aqui mesmo. Quem sabe, um dia, quando toda a cidade estiver empenhada por Lages, esqueceremos de vez essa ideia de Correia Pinto e olharemos com mais carinho para o que é nosso.

    • Exato. Há muito digo a mesma coisa.
      Com pelo menos metade do dinheiro gasto no Elefantão poderíamos ter modernizado o atual aeroporto. Mas…

    • Por vento de través [claro que estivesse muito forte], como disse o Leomar, pelo que lembro foi apenas uma vez [um determinado dia em que o vento e rajadas passavam de 30kt – ou seja, acima do limite operacional da aeronave]. Já houveram alguns desvios quando o clima [leia-se não havia teto] estava desfavoravel. Algo comum em qualquer aeroporto do mundo [assim como vento de través – vide alguns videos no Youtube de alguns aeroportos na Europa]

      • Dia 26 de março, ele bem que tentou pousar mas teve que alternar SBFL, acredito que foi por vento, já que o tempo estava bom. Mas sim, acontece em qualquer lugar do mundo, e penso também que o dinheiro devia ter sido aplicado aqui.

        • Não foi por conta do vento e sim porque as camadas de nuvens estavam abaixo do mínimo para VFR. Com isso o aeroporto deveria operar IFR, porém, como tenho acompanhado diariamente, o instrumento que havia sido levado para conserto [barômetro] ainda não está em operação [pelo menos até ontem não observei a indicação no METAR] obrigando a aeronave alternar para Floripa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here