Pinho corta: ‘Não há saída. É obrigação legal’

1
191

Detalhamento das medidas de contenção em Santa Catarina nas palavras do próprio governador Pinho Moreira:

“SC continua crescendo. Fomos líderes na geração de empregos no país em 2017. Temos o segundo melhor saldo em fevereiro de 2018″

“Esta realidade positiva não nos desobriga de praticar uma política de controle e qualidade do gasto público, com combate ao desperdício”.

“É necessário coragem para promover as mudanças necessárias, independentemente dos enfrentamentos políticos, e, sobretudo, responsabilidade para também dizer não”.

“Conquistas já alcançadas como o índice do estoque de medicamentos saltou de 36% para 81%, e a redução dos índices de criminalidade”.

PRIORIDADES

“A sociedade não será penalizada e nem haverá perda na qualidade dos serviços oferecidos pelo Estado. Não abriremos mão das nossas prioridades, nas áreas da preservação da vida, como Saúde e Segurança Pública”.

FOLHA CRESCE

“Entre 2011 e 2017 houve acréscimo de R$ 5,8 bilhões na folha. O aumento foi de 109,2% contra um INPC de 52,9%. Essa realidade no setor privado fecharia qualquer empresa”

R$ 651 MILHÕES

“Mesmo sem conceder aumento algum, a folha de pagamento terá um acréscimo de R$ 651 milhões em 2018. Tomaremos atitudes corajosas para fechar as contas”.

CORTE É DOÍDO

“Na luta de todo governante, gerar emprego é muito importante, por isso é entristecedor ter que adotar essas medidas. Mas não há saída, é uma obrigação legal”.

Compartilhar a matéria

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here